Cai o número de ações por inadimplência em condomínios

De acordo com levantamento realizado pelo Departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP (Sindicato da Habitação) no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, o número de ações de condomínio caiu 2% na cidade de São Paulo. Foram ajuizados 958 processos em outubro, contra os 978 processos de setembro. Comparado ao mesmo mês do ano anterior, quando foram registradas 890 ações, houve aumento de 7,6%.

Preço médio do aluguel mantém alta e supera IGP-M na capital paulista

A Pesquisa de Valores de Locação Residencial do Secovi-SP (Sindicato da Habitação) registrou o aumento de 5,16% no acumulado de 12 meses (novembro de 2018 a outubro de 2019). Considerando o mesmo período analisado, o preço dos aluguéis ficou acima do IGP-M (Índice Geral de Preços – Mercado), da Fundação Getúlio Vargas, que registrou variação de 3,15%. Ainda segundo o Secovi-SP, em outubro, o aluguel apresentou uma variação de 0,10%. “Tal fato comprova a evolução dos preços praticados de locação, com viés positivo para o próximo período”, afirma Rolando Mifano, vice-presidente de Gestão Patrimonial e Locação do Secovi-SP.

Preço médio do aluguel registra alta e supera IGP-M na capital paulista

A Pesquisa de Valores de Locação Residencial do Secovi-SP (Sindicato da Habitação) registrou aumento de 5,32% no período acumulado de 12 meses (setembro de 2018 a agosto de 2019). Considerando o mesmo período analisado, o preço dos aluguéis ficou acima do IGP-M (Índice Geral de Preços – Mercado), da Fundação Getúlio Vargas, que registrou variação de 4,95%. Segundo a pesquisa do Secovi-SP, em agosto, o aluguel apresentou uma variação e 0,80%.

Julho registra aumento do número de ações locatícias em São Paulo

Estudo realizado pelo Secovi-SP (Sindicato da Habitação), no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, registra aumento de 13,7% no número de ações locatícias na capital paulista em julho, comparado ao mês anterior. Para se ter uma ideia, foram protocoladas 1.413 ações no sétimo mês do ano, contra 1.243 ações registradas em junho.

Ações por falta de pagamento de condomínio continuam em queda em São Paulo

Levantamento realizado mensalmente pelo Departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP (Sindicato da Habitação) no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo mostra que ações de cobrança por falta de pagamento da taxa condominial continuam em queda. Em julho, o recuo foi de 2,9% em relação ao mês anterior, com 775 ações ajuizadas contra as 798 de junho. Em comparação com o mesmo mês de 2018 (951 casos), a redução foi de 18,5%.

Assinar este feed RSS