ABB registra lucro líquido reportado de US$ 2,173 bi em 2018

  •  
ABB registra lucro líquido reportado de US$ 2,173 bi em 2018 Foto: Divulgação

A ABB anunciou seus resultados do ano de 2018.

Principais destaques:

- Total de pedidos + 8% 1, em todas as divisões e regiões

- Receitas + 4%, forte crescimento em Robotics and Motion

- Carteira de pedidos + 6% no final do ano, índice book-to-bill2 em 1,03x
- ABB Ability™ impulsiona o crescimento em todas as divisões
- Margem do EBITA operacional 10,9% 2, impactada por uma combinação de 250 pontos-base, devido a custos irrecuperáveis, encargos por projetos não essenciais herdados e diluição da GEIS
- Lucro líquido reportado de US$ 2,173 bilhões, -2%
- Fluxo de caixa das atividades operacionais em aprox. US$ 3 bilhões
- Aquisição da GEIS concluída em 30 de junho de 2018
- CHF 0,80 de dividendo proposto por ação

Destaques do 4ª trimestre de 2018

- Total de pedidos + 7%, maior em todas as divisões e regiões
- Receitas + 5%
- Margem do EBITA operacional de 7,9%, impactada por 400 pontos-base combinados devido a custos irrecuperáveis, legado de gastos com operações não essenciais e diluição de GEIS
- Fluxo de caixa sólido das atividades operacionais em aprox. US $ 1,9 bilhão
- Sylvia Hill sucederá Jean-Christophe Deslarzes como Diretora de Recursos Humanos e membro do Comitê Executivo, a partir de 1º de junho de 2019

'Em 2018, trouxemos a empresa de volta ao crescimento e apresentamos sólido crescimento de pedidos e da receita. Impulsionamos a dinâmica de ponta com a nossa oferta líder em Robotics and Motion e desempenhamos um papel importante na recuperação contínua das indústrias de processo com nosso negócio de automação industrial e as soluções digitais do ABB Ability™. Continuaremos a impulsionar as melhorias operacionais em Electrification Products e em toda a nossa empresa', disse o CEO da ABB, Ulrich Spiesshofer.

'No final de 2018, definimos o curso para uma nova ABB como líder pioneira em tecnologia em indústrias digitais. Anunciamos três ações transformadoras para focar nosso portfólio, simplificar e fundamentalmente redefinir nosso modelo de negócios, bem como fortalecer as posições de liderança nos negócios de nossa empresa. Nossa confiança no futuro da ABB está refletida no 10º aumento consecutivo de dividendos, proposto em CHF 0,80'.

A ABB apresentou um forte desempenho em pedidos e receita em 2018. A oferta de soluções digitais do grupo, ABB Ability™, continuou consolidando sua posição de liderança no mercado. O total de pedidos foi 8% maior (14% em dólares), com fortes contribuições positivas de Robotics and Motion e Industrial Automation, além do sólido desempenho de Electrification Products. O total de pedidos exibiu tendência de crescimento semelhante em todas as regiões. Os pedidos de base (classificados como pedidos abaixo de US$ 15 milhões) melhoraram 6% (14% em dólares) em 2018, aumentando em todas as divisões e regiões. As grandes encomendas aumentaram 45% (20% em dólares), embora com baixa base comparativa, e representaram 7% do total de pedidos, em comparação com 6% no ano anterior. As ordens de serviço foram 7% maiores (12% em dólares americanos) e, agora, representam 19% do total de pedidos.

As receitas melhoraram 4% (10% em dólares americanos) para US$ 27,662 bilhões. As receitas cresceram em todas as divisões, com forte desempenho de Robotics and Motion e contribuições robustas de Electrification Products e Industrial Automation. As receitas de serviços aumentaram 7% (11% em dólares), para 19% das receitas do grupo. O índice book-to-bill ficou em 1,03x em 2018, contra 0,99x no ano anterior.

O lucro líquido atribuível à ABB de US$ 2.173 milhões foi 2% menor em comparação a 2017. O EPS básico foi 2% mais baixo, a $ 1,02. O EPS operacional foi de US$ 1,33, um aumento de 8% em moeda constante2.

O total de pedidos das Américas aumentou 11% (32% em dólares americanos). As encomendas dos Estados Unidos cresceram 8% (38% em dólares) e também melhoraram no México e no Brasil. Os pedidos de base das Américas aumentaram 13% (37% em dólares americanos).

(Redação - Inestimentos e Notícias)