Ações locatícias registram queda em São Paulo no mês de junho

  •  
Ações locatícias registram queda Foto: Divulgação Ações locatícias registram queda

Em junho, foram protocoladas da cidade de São Paulo 1.498 ações locatícias, de acordo com informações obtidas pelo Secovi-SP (Sindicato da Habitação) no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Esse desempenho representa uma variação negativa de 3,5% em relação ao mesmo mês de 2013 (1.552 ações) e de 16,3% em comparação com maio de 2014, quando foram registradas 1.789 ocorrências. "A quantidade de ações pode se dever, como gostaríamos, à estabilização do patamar de inadimplemento e consequente ajuizamento. Ou, ainda, ao foco mantido por todos na Copa do Mundo, que acarretou até a redução no horário de atendimento dos fóruns", afirma Jaques Bushatsky, diretor de Legislação do Inquilinato do Secovi-SP. Em junho, além da interrupção do trabalho em dias de jogos do Brasil, foi decretado feriado no dia de abertura da Copa e, na semana seguinte, nova parada em razão de Corpus Christi.

 

As ações por falta de pagamento de aluguel continuaram liderando as ocorrências em junho. Com 1.241 casos, elas representaram 82,9% do total do mês. As ações ordinárias ocuparam o segundo posto, com 151 processos e uma fatia de 10,1%. As renovatórias (95 ações) e as consignatórias (11) participaram, respectivamente, com 6,3% e 0,7%.

Considerando-se o total de ações acumuladas no primeiro semestre deste ano, o cenário é de estabilidade em relação ao ano passado. Foram 9.836 ações, contra as 9.899 de igual período de 2013, uma leve variação de -0,6%.

O total acumulado de julho de 2013 a junho de 2014 foi de 18.424 processos, resultado 5,8% inferior ao acumulado no período de 12 meses encerrado em junho de 2013 (19.550 ações).

(Redação - Agência IN)