Aliz disponibiliza serviço para indústrias e atacadistas atenderem ao novo Bloco K do SPED

  •  
Aliz disponibiliza serviço para indústrias e atacadistas atenderem ao novo Bloco K do SPED Foto: Divulgação Aliz disponibiliza serviço para indústrias e atacadistas atenderem ao novo Bloco K do SPED

Em vigor a partir de janeiro de 2016, a nova obrigação que compõe o Sistema Público de Escrituração Digital – SPED obriga as indústrias e os atacadistas informar mensalmente a ficha técnica das ordens de produção. O novo serviço especializado de mapeamento é baseado em uma metodologia que identifica e soluciona as falhas nos processos e sistemas

A Aliz passou a oferecer um serviço de consultoria especializado para auxiliar as áreas industriais, de processos, de custos, fiscais e contábeis das empresas a cumprirem a nova obrigação fiscal determinada pelo Governo Federal – Bloco K (Livro Registro de Controle da Produção e do Estoque) na entrega do arquivo magnético. A consultoria fiscal desenvolveu uma metodologia que identifica as falhas nos processos e sistemas corporativos e sugere alterações. O objetivo é garantir a conformidade, maximizando a governança das organizações e evitando multas que podem chegar a 3% do faturamento, em caso de não cumprimento do prazo de entrega.

Previsto para entrar em vigor em janeiro de 2016, o Bloco K compõe o Sistema Público de Escrituração Digital – SPED e obriga os estabelecimentos industriais, atacadistas e beneficiadores a proverem, mensalmente, informações sobre o processo produtivo com dados quantitativos sobre seus estoques, consumo de matéria-prima e insumos e movimentações internas de produtos.

“Mais do que uma obrigação fiscal, a entrega mensal dessas informações, antes exigidas pela legislação em papel, o Bloco K tem um impacto significativo nas operações das empresas. Por demandar informações mais detalhadas, assertivas e convergentes, ajuda a otimizar a gestão dos estoques e da produção, exigindo, por exemplo, adequação de cadastros, revisão dos processos ou integração de todo o ecossistema. Por outro lado, permite ao Fisco fechar todo o ciclo da operação fiscal das empresas”, esclarece Valerya Carvalho, diretora-presidente da Aliz.

Como consultoria, a Aliz atua na identificação dos gaps do sistema, mapeando todo o processo societário, organizacional, sistêmico e de negócio. O novo serviço foca no levantamento das necessidades relacionadas ao sistema de produção, como a replicação de códigos de mercadorias, ajustes das fichas técnicas, entre outros, e no desenvolvimento de um plano consistente de adequação das falhas em todos os cenários “O trabalho de consultoria é fundamental para levantar aspectos que possam afetar o processo produtivo”, ressalta Valerya Carvalho.

A Aliz conquistou a posição de principal referência em consultoria fiscal pelo pioneirismo nos projetos Sped e por iniciativas como o fórum SPED Brasil, uma rede colaborativa de informações sobre Fisco que congrega 50 mil usuários, desde 2008, além do GEIFS, grupo de estudos sobre temas fiscais que se reúne mensalmente para acompanhar e discutir as mudanças e novos direcionamentos do cenário tributário brasileiro.

(Redação - Agência IN)