Arcos Dorados fatura US$ 753,7 milhões no 3T15

  •  
Arcos Dorados fatura US$ 753,7 milhões no 3T15 Foto: Divulgação Arcos Dorados fatura US$ 753,7 milhões no 3T15

A Arcos Dorados, maior operadora de restaurantes da América Latina e maior franquia do McDonald's do mundo, informou que faturou no Brasil US$ 311,8 milhões no terceiro trimestre de 2015. O resultado representou 41,4% do total da companhia e é 32,3% inferior ao mesmo período do ano passado, quando o faturamento foi de US$ 460,9 milhões. Excluindo a depreciação do real, a receita orgânica aumentou 4,3% - puxada pelo aumento de 1,2% das vendas comparáveis – ante uma desvalorização média de 55,7% da moeda brasileira.

Os níveis de tráfego nos restaurantes da rede no Brasil foram impactados pela deterioração do ambiente macroeconômico e de consumo do país, que reduziram diretamente o índice de confiança do consumidor no período. A companhia foi capaz de compensar parcialmente este efeito, por meio de promoções cujos objetivos foram atrair os consumidores para os restaurantes. Entre elas estão o Grand Big Mac, o Triplo Cheeseburger e o McFlurry Lajotinha.

Dos 65 restaurantes inaugurados nos últimos 12 meses na América Latina, 36 foram abertos no Brasil, que encerrou o período com 869 unidades da marca, presente em 23 estados brasileiros e Distrito Federal.

América Latina - Em toda a região, a Arcos Dorados faturou US$ 753,7 milhões no trimestre, com queda de 16,6% em dólar, se comparado ao resultado do mesmo período do ano passado (US$ 904 milhões). Em moeda constante, não considerando as variações das moedas locais dos 20 países em que atua, o avanço foi de 11,4%.

O Ebitda ajustado da companhia foi de US$ 50,9 milhões, 22,9% menor que no mesmo trimestre do ano anterior (US$ 66,1 milhões), ou alta de 6%, excluindo-se as variações das moedas locais.

"A estratégia de longo prazo para melhorar a nossa eficiência operacional, reduzir a nossa estrutura de custos e o nosso endividamento tem caminhado como planejado. Recentemente, também implementamos um plano de reestruturação das despesas que gerou, antes do previsto, uma redução de 10% desse item no último trimestre”, afirma Sergio Alonso, CEO da Arcos Dorados.

"Os fundamentos a longo prazo na América Latina ainda são sólidos. Apesar de esperarmos enfrentar desafios conjunturais, estamos buscando estratégias destinadas a assegurar que a Arcos Dourados estará bem posicionada para capturar oportunidades quando as economias da região começarem a melhorar”, explica o executivo.

A Arcos Dorados fechou o período até 30 de setembro com 2.122 restaurantes, 2.574 dessert centers e 328 unidades de McCafé.

(Redação - Agência IN)