Arrecadação federal soma R$ 91,3 bilhões em junho, informa a Receita

  •  
Arrecadação federal soma R$ 91,3 bilhões em junho, informa a Receita Divulgação


A arrecadação de impostos e contribuições federais atingiu um total de R$ 91,387 bilhões em junho. O valor representa uma alta real (já descontada a inflação) de 0,13% em comparação com o mesmo mês do ano passado, quando a arrecadação foi de R$ 85,683 bilhões, informou a Receita Federal nesta quarta-feira (23).

De janeiro a junho, o valor arrecadado chegou a R$ 578.594 milhões, um crescimento de 0,28% comparado ao mesmo período de 2013. Em valores, a arrecadação bateu recorde histórico para um primeiro semestre.

A receita própria de outros órgãos federais foi de R$ 2,173 bilhões em junho, alta em termos reais de 15,82% em relação a igual mês de 2013. No acumulado do ano, a arrecadação é de R$ 20,814 bilhões, aumento real de 4,97% em na comparação com o ano anterior.

Em termos nominais, sem a correção da inflação, as receitas próprias de outros órgãos cresceram 11,33% em junho, em relação a igual mês de 2013.

Já as receitas administradas tiveram queda real de 0,20% na comparação com junho de 2014, ficando em R$ 89,214 bilhões. A alta nominal foi de 6,31%. Nos seis primeiros meses de 2014, essas receitas totalizam até agora R$ 557,780 bilhões, alta real de 0,11% em relação a igual período de 2013 e avanço nominal de 6,19%.

Nos primeiros seis meses deste ano, a arrecadação totalizou R$ 578,594 bilhões, o que significa um crescimento real de 0,28% em relação ao mesmo período do ano passado.

Estimulo ao setor produtivo

Segundo a Receita, o governo abriu mão de arrecadar R$ 50,705 bilhões no primeiro semestre deste ano, por conta das isenções e desonerações concedidas a vários setores, a fim de estimular o crescimento econômico.

Entre as principais iniciativas estão a desoneração da folha de pagamento, da cesta básica e a redução no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) na base de cálculo de PIS/Cofins-Importação.

Somente em junho, estas desonerações somaram R$ 8,545 bilhões, contra R$ 6,688 bilhões em igual período de 2013.

Do total de R$ 50,705 bilhões da renúncia fiscal no primeiro semestre deste ano, R$ 9,318 bilhões foram referentes à desoneração da folha de pagamento a vários setores produtivos. Com relação à cesta básica, a desoneração retirou R$ 4,665 bilhões da arrecadação federal.

(Redação- Agência IN)

As informações são do Portal Brasil