Custo de vida em SP fica estável em junho

  •  
Custo de vida em SP fica estável em junho (Foto: Divulgação) Custo de vida em SP fica estável em junho

O custo de vida no município de São Paulo, em junho, não apresentou variação em relação a maio, segundo cálculo do DIEESE - Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos. Enquanto os grupos Habitação (0,44%) e Despesas Pessoais (0,39%) apresentaram contribuição conjunta de 0,12 ponto percentual (p.p.), Alimentação (-0,27%) e Transporte (-0,27%) contribuíram juntos com -0,12 p.p., mantendo o ICV inalterado.

No grupo Alimentação (-0,27%), houve diminuição nos preços dos alimentos in natura e semielaborados (-1,51%) e aumento nos produtos da indústria da alimentação (0,74%) e alimentação fora do domicílio (0,79%).

A diminuição de -0,27% no Transporte resultou da queda no preço do álcool (-3,33%), que contribuiu com 0,05 p.p. para a retração verificada no subgrupo transporte individual (-0,40%). Já o transporte coletivo não apresentou variação.

No grupo Habitação (0,44%), houve aumento em todos os subgrupos: locação, impostos e condomínio (0,17%), operação do domicílio (0,22%) e conservação (1,66%). Os itens que apresentaram maiores taxas foram: gás de rua (2,89%), mão-de-obra da construção civil (2,39%) e material de construção (0,82%).

Por fim, os produtos de higiene e beleza (0,80%), que compõem as Despesas Pessoais (0,39%), foram os que apresentaram as maiores taxas, pois o subgrupo fumo e acessórios praticamente não variou (0,01%).

(Redação – Agência IN)