Desânimo entre os comerciantes paulistas continua, segundo IFECAP

  •  
Em relação ao mesmo período do ano passado, o índice FECAP recuou 26,4%. Foto: Divulgação Em relação ao mesmo período do ano passado, o índice FECAP recuou 26,4%.

O IFECAP - Índice FECAP de Expectativas nos Negócios registrou em outubro 81,64 pontos na série com ajuste sazonal, o que representa uma queda de 5,5% quando comparado ao mês anterior. Em relação ao mesmo período do ano passado, o índice recuou 26,4%.

As dificuldades econômicas e políticas vividas pelo Brasil continuam deteriorando o desempenho e as expectativas do comércio paulista, fazendo com que pelo sétimo mês consecutivo o IFECAP alcance recorde negativo e apresente o menor nível de sua série histórica (iniciada em 2004).

O Índice-Momento Atual, que capta a situação atual dos negócios, recuou 10,6% na comparação com setembro de 2015, influenciado pelo Índice-Momento Atual Vendas (-15,9%), pelo Índice-Momento Atual Encomendas (-5,3%) e pelo Índice-Momento Atual Situação dos Negócios (-11%). Em relação ao mesmo período do ano passado, o Índice-Momento Atual registrou queda de 26,1%.

As expectativas para o próximo trimestre, captadas pelo Índice-Futuro, apresentaram leve avanço de 1,9%, com 88,60 pontos na série com ajuste sazonal. Houve alta no Índice-Futuro Vendas (5,6%) e recuo no Índice-Futuro Encomendas (-2%). Na comparação com o mesmo período do ano passado, o Índice-Futuro caiu 26,8%.

Por porte da empresa, as expectativas pioraram em relação ao mês anterior entre as grandes, médias e micro empresas e melhoraram entre as pequenas empresas. Do ponto de vista regional, as expectativas subiram na capital e caíram no interior.

(Redação - Agência IN)