EBITDA ajustado da Eletropaulo fecha em R$ 349,4 mi no 3T18

  •  
EBITDA ajustado da Eletropaulo fecha em R$ 349,4 mi no 3T18 Foto: Divulgação

A Eletropaulo anunciou hoje, 9, os resultados obtidos pela empresa no terceiro trimestre de 2018. Segundo a companhia, houve redução de 44,3% do DEC no 3T18 para 7,48 horas em comparação com o registrado no 3T17 (13,42 horas), dentro do limite regulatório global de 7,53 horas. O indicador FEC totalizou 4,57 vezes no 3T18, uma redução de 33,1% em comparação ao 3T17 (6,83 vezes), dentro do limite regulatório global de 5,24 vezes.

Houve também redução de 16% da Duração Média ('DM') quando comparado com o 3T17, resultado dos investimentos na modernização e automação da rede como religadores automáticos, equipamentos telecomandados, detectores de falha e redução do deslocamento improdutivos e maior produtividade das equipes.

Houve a diminuição de 0,4% do mercado total no 3T18, com retração de 1,4% no mercado cativo, reflexo principalmente da migração de clientes para o mercado livre.

O Índice de Satisfação de Qualidade Percebida pelos clientes residenciais ('ISQP') teve uma evolução positiva de 1,0 p.p (para 75,9%) quando comparado ao resultado de 2017. Destaque para 'Informação e Comunicação' e 'Fornecimento' que apresentaram crescimento de 6,8 p.p e 3,4 p.p, respectivamente.

Por meio do portal de negociação foram realizadas 114,7 mil negociações no 3T18, resultando em R$ 60,5 milhões negociados, contribuindo para uma redução de 20% (R$ 10,9 milhões) da PECLD no 3T18 versus 3T17. Além disso, houve diminuição do patamar de perdas totais no comparativo entre os trimestres (9,6% no 3T18 versus 9,8% no 3T17).

O reajuste tarifário anual de 2018, com aplicação a partir de 4 de julho de 2018, teve um efeito médio percebido pelos consumidores de 15,84%. Enquanto em 17 de agosto, a ANEEL realizou audiência pública para debater diferentes metodologias de definição do custo de capital regulatório das empresas de distribuição, o que trará impacto para os resultados financeiros da Companhia apenas no ciclo de 2023.

O EBITDA foi reportado de R$ 366,9 milhões no 3T18, redução de 9,1% versus os R$ 403,5 milhões registrados no 3T17. O EBITDA ajustado foi de R$ 349,4 milhões no 3T18 (R$ 263,7 milhões no 3T17).

O lucro líquido foi reportado a R$ 2,8 milhões no 3T18 comparado ao lucro de R$ 57,6 milhões no 3T17. Já o lucro líquido ajustado foi de R$ 10,9 milhões no 3T18, em comparação ao prejuízo líquido ajustado de R$ 62,7 milhões.

Ainda outros destaques:

- Saldo de CVA líquida ativa em R$ 698,7 milhões no 3T18 ante CVA líquida passiva de R$ 95,1 milhões em 2017;
- Relação de Dívida Líquida/EBITDA Ajustado1 de 3,37x no 3T18 ante 2,57x no 3T17;
- Conclusão da 23ª Emissão de debêntures da Companhia no valor de R$ 3,0 bilhões;
- Em setembro de 2018, foi realizado o processo de aumento de capital, com a emissão de 33.171.164 novas ações ordinárias, nominativas, escriturais e sem valor nominal, pela Companhia. Todas as ações foram devidamente subscritas e integralizadas. Com a homologação do Aumento de Capital pelo Conselho de Administração da Companhia, nossa controladora, Enel, passou a deter 94,4% do capital total e votante da Eletropaulo.

(Redação - Investimentos e Notícias)