Geração de caixa operacional da Bombril atinge R$ 12,3 milhões no 3T16

  •  
Geração de caixa operacional da Bombril atinge R$ 12,3 milhões no 3T16 Foto: Divulgação Geração de caixa operacional da Bombril atinge R$ 12,3 milhões no 3T16

Apesar do cenário econômico do 3T16, a Bombril S.A. apresentou melhora na sua geração de caixa operacional de R$ 12,3 milhões no período, quando comparada ao mesmo período de 2015. Diante do cenário desafiador, a Administração continua com as ações de reestruturação planejadas para 2016, dando sequência à captura de resultados positivos iniciada no 1T16.

No 3T16, o volume de produtos vendidos foi de 104,0 mil toneladas, menor 11% em comparação ao mesmo período de 2015, o qual foi de 116,8 mil toneladas. A redução ocorreu devido ao plano de reestruturação da Companhia, com revisão do portfólio, focando em produtos de maior rentabilidade e maior potencial de desenvolvimento de negócios.

No 3T16, a Receita Líquida de Vendas da Companhia totalizou R$ 263,4 milhões, apresentando uma redução de 10% em comparação ao mesmo período de 2015. Essa redução de Receita Líquida deveu-se ao menor volume de produtos vendidos e fatores descritos anteriormente comentado no tópico “volume”. Em relação ao 9M16, a Receita Líquida de Vendas totalizou R$ 821,6 milhões, apresentando uma redução de 3% em comparação ao mesmo período de 2015.

O Resultado Bruto da Companhia totalizou R$ 116,0 milhões no mesmo período, representando 44,0% da Receita Líquida, um crescimento de 6,2p.p. em comparação ao mesmo período de 2015, cujo percentual sobre Receita Líquida atingiu 37,8%.

No 1S16, as Despesas Operacionais da Companhia totalizaram R$ 224,1 milhões, representando 40,2% da Receita Líquida, percentual próximo ao alcançado no mesmo período de 2015.

No 3T16 o EBITDA apresentou uma melhora de R$ 12,3 milhões em relação ao mesmo período de 2015, representando 2% e -3%, respectivamente,sobre a Receita Líquida. Desconsiderando os efeitos de reestruturação no 3T16 (R$ 7,1 milhões), o EBITDA totalizaria R$ 12,1 milhões, representando 5% da Receita Líquida e quando comparado ao 3T15, melhor em R$ 19,4 milhões.

No 1S16, o Lucro Líquido da Companhia foi de R$ 45,7 milhões, apresentando uma recuperação de R$ 135,2 milhões quando comparado ao Prejuízo Líquido de R$ 89,5 milhões do 1S15.

(Redação - Agência IN)