Grupo Air Liquide cresce 3,2% em 2019

  •  
Grupo Air Liquide cresce 3,2% em 2019 Foto: Divulgação Grupo Air Liquide cresce 3,2% em 2019

A Air Liquide, líder mundial em gases, tecnologias e serviços para a indústria e saúde, divulgou nesta segunda-feira (17) o balanço referente às suas operações em 2019. O Grupo totalizou 21,9 bilhões de euros em receitas, um crescimento de 3,2% em relação a 2018. O setor de Gás e Serviços foi o principal responsável pelo desempenho do Grupo no ano, com participação de 21,040 bilhões de euros no total da receita obtida.

Todos os segmentos contribuíram para o crescimento do Grupo Air Liquide em 2019. O setor Large Industries (+ 3,4%) se beneficiou notavelmente dos volumes sustentados de hidrogênio na Europa e na Ásia e da aceleração de várias novas unidades. Em um ambiente econômico menos favorável no 4º trimestre de 2019, o crescimento da área Industrial Merchant atingiu 1,9% no ano, impulsionado principalmente pela gestão eficiente de preços (+3,6%), incluindo o hélio. O forte crescimento da assistência médica (+ 5,7%) deveu-se ao crescimento orgânico das vendas, em particular na Assistência Médica Domiciliar na Europa e América Latina. A receita de eletrônicos manteve um impulso de crescimento muito dinâmico ao longo do ano (+ 7,9%), com crescimento de dois dígitos nas vendas de Gases e Materiais Avançados.

As receitas consolidadas de Engenharia e Construção totalizaram 328 milhões de euros, com recursos alocados principalmente a projetos internos nas grandes indústrias e na eletrônica. O total de vendas, incluindo os projetos do Grupo, aumentou, impulsionado por um nível recorde de decisões de investimento, em particular nas Grandes Indústrias.

A receita de Mercados Globais e Tecnologias cresceu 14,9% em 2019, para 552 milhões de euros. O biometano cresceu fortemente graças ao ramp-up de várias unidades na Europa. As vendas de equipamentos relacionados à tecnologia Turbo Brayton, que reduz as emissões de gases de efeito estufa no transporte marítimo de gás natural, também contribuíram fortemente para esse crescimento.

A receita da região das Américas totalizou 8.460 milhões de euros em 2019, um aumento de + 1,5% em um crescimento comparável. As vendas das grandes indústrias permaneceram estáveis em 2019. O crescimento da receita da área Industrial Merchant foi de 0,7%, impulsionado principalmente por preços mais altos. O crescimento da área de Eletrônicos foi de 2,1% e segmento de Cuidados com a Saúde cresceu 9,7%, impulsionado em particular pela demanda por Gases Médicos, nos Estados Unidos e América Latina.

(Redação - Investimentos e Notícias)