Impostômetro da ACSP atinge R$ 600 bilhões nesta sexta-feira

  •  
Impostômetro da ACSP atinge R$ 600 bilhões nesta sexta-feira (Foto: Divulgação) Impostômetro da ACSP atinge R$ 600 bilhões nesta sexta-feira

Nesta sexta-feira (24/4), por volta das 13h50, quem passar em frente ao painel do Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), na Rua Boa Vista, centro da capital paulista, vai se deparar com este número: R$ 600.000.000.000,00. Quem acessar www.impostometro.com.br neste horário também vai visualizar esses R$ 600 bilhões, que representam quanto os contribuintes brasileiros pagaram em impostos, taxas e contribuições desde 1º de janeiro de 2015 para a União, os estados e os municípios.    

No ano passado, a marca de R$ 600 bi foi alcançada somente no dia 6 de maio - um sinal de aumento da carga tributária de um ano para o outro. "Isso significa que, no Brasil, a arrecadação cresceu mais do que a economia. Ou seja, aumentou a contribuição compulsória de cada cidadão para os governos", salienta Alencar Burti, presidente da ACSP e da Facesp (Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo). A ACSP estima que o ano de 2015 feche com um recorde de R$ 2 trilhões.

O Impostômetro completou uma década na última segunda-feira (20/4). E nesses 10 anos foram pagos mais de R$ 12,878 trilhões em tributos, segundo o IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação). "Diante de todo esse montante e da qualidade precária dos serviços públicos, os brasileiros precisam rechaçar qualquer tentativa de criação ou recriação de mais tributos", defende Alencar Burti.

(Redação – Agência IN)