Internet tem velocidade reduzida durante o Mundial

  •  
Internet tem velocidade reduzida durante o Mundial Divulgação


O Brasil está em êxtase. No estádio só se ouvem as vozes dos torcedores ecoando, seja cantando o hino ou motivando a seleção. Principalmente para quem acompanha o jogo nas arenas, o chamado selfie no início da partida não pode faltar. Mas, com tanta gente no mesmo espaço, será que todos conseguem compartilhar as fotos ou os vídeos?

Segundo uma pesquisa divulgada pela consultoria Frost & Sullivan’s e a empresa Cisco, a expectativa é de que o consumo em termos de gigabytes aumente em cerca de 65% se comparado ao ano passado, período em que houve a Copa das Confederações, o evento teste que foi realizado pela FIFA. A estimativa é de que 19,2 bilhões de GB sejam consumidos até o final do Mundial.
Para o especialista em tecnologia da informação da empresa Vialink, Cláudio Sá de Abreu, toda a rede será afetada, e não apenas a região dos estádios, locais onde há mais concentração de gente. Abreu ainda afirma que até o próprio governo admitiu que haveria tal possibilidade.
Em último levantamento registrado pelo Ipsos Media CT em parceria com a Google, em 2012, revelou que 14% dos brasileiros têm smartphones. Nos estádios, levando em conta que os frequentadoes são pessoas de maior poder aquisitivo, pode-se aferir que, em um jogo, dos 60 mil torcedores, cerca de 8.400 estarão utilizando esse tipo de aparelho.
No caso do envio de imagens, por exemplo, o especialista enfatiza que, se 10% destes mesmos usuários resolverem compartilhar uma foto em alta resolução, com o equivalente a 4 MB, serão, ao todo, 33,6 GB de dados. Para que cada imagem possa ser enviada em até 5 segundos, o que parece ser um tempo razoável, cada telefone gera o consumo de um link de 6,5 Mbps. Porém, como afirma Abreu, em relação a todos os aparelhos, as conexões levariam a um gasto de 55 Gpbs, um valor muito significativo, finaliza.

(Redação- Agência IN)