Lucro da Iguatemi cresce 33,3% em 2017

  •  
Lucro da Iguatemi cresce 33,3% em 2017 (Foto: Divulgação) Lucro da Iguatemi cresce 33,3% em 2017

A Iguatemi Empresa de Shopping Centers fechou o ano com resultados sólidos e acima das expectativas. A companhia teve lucro líquido de R$ 218,9 milhões, um avanço de 33,3% sobre o ano de 2016. 

O trabalho de revisão de processos internos, o forte controle de custos e o ajuste no mix dos empreendimentos possibilitou à Iguatemi atingir uma margem EBITDA de 78,1%, superando o topo do guidance estabelecido para 2017, e alcançar R$ 540,6 milhões de EBITDA. Este, inclusive, é o nono ano consecutivo que a companhia entrega o guidance prometido.

A companhia se mantém resiliente e, ainda em um cenário desafiador, reforça que seu foco em resultados de qualidade somado à sua capacidade de planejamento e execução, foram fundamentais para atingir este resultado. 

"Passamos por um ano cheio de desafios. Nosso resultado é reflexo da concentração dos nossos esforços no aprimoramento de processos internos, no fortalecimento da nossa estrutura de capital, na busca de um mix robusto, no reforço do relacionamento com nossos lojistas e na melhoria constante da experiência do cliente", conta Cristina Betts, CFO da companhia.

A receita líquida avançou 3,6% no comparativo anual, totalizando R$ 692,2 milhões em 2017. Na mesma linha de crescimento, vendas totais subiram 4,3% em relação a 2016, chegando a R$ 13,3 bilhões. A dívida líquida da Iguatemi encerrou o ano em R$ 1,6 bilhão e resultou em redução do múltiplo Dívida líquida/Ebitda para 2,96x, conforme estratégia de desalavancagem.

Em 2017, as vendas mesmas áreas (SAS) cresceram 4,9% e o desempenho das vendas mesmas lojas (SSS) apresentou aumento de 3,5% em comparação com o ano anterior. Os aluguéis mesmas áreas (SAR) e os aluguéis mesmas lojas (SSR) cresceram 5,9% e 5,8%, respectivamente, no ano contra ano.

Adicionalmente, vale ressaltar que a Iguatemi adquiriu mais uma fatia do Shopping Pátio Higienópolis (0,31%) em fevereiro de 2018, no valor de R$ 4,6 milhões. "Estamos otimistas que um novo ciclo de crescimento se inicia para companhia", finaliza Betts.

4T17

A Iguatemi encerrou o quarto trimestre de 2017 com bons resultados: o lucro líquido foi de R$ 64,2 milhões, crescimento de 29% em relação ao mesmo período de 2016 e o Ebitda atingiu R$ 150,5 milhões, 81% da margem do indicativo. Vendas totais também cresceram 3,1% no trimestre em comparação ao mesmo período do ano anterior, para R$ 4 bilhões. 

O resultado também foi impulsionado pela maturação dos greenfields e expansões inauguradas nos últimos anos, adensamento do entorno imediato dos shoppings e pela atualização no mix de lojas.

Com o processo de reajuste do mix de diversos empreendimentos, a taxa de ocupação voltou a crescer e no 4T17 ficou em 94,2%, um aumento 0,9 p.p. contra o trimestre anterior.

A receita líquida no 4T17 foi de R$ 185,7 milhões, 1,1% acima do apresentado no 4T16, enquanto o FFO atingiu R$ 90,9 milhões, crescimento de 19,2% comparado ao mesmo período do ano anterior.

A Iguatemi tem observado uma recuperação gradual do consumo refletida em seus indicadores, dentre eles, as vendas nas mesmas lojas que apresentaram alta de 2,5 p.p no período e as vendas mesmas áreas que cresceram 2,9 p.p em relação aos mesmos meses do ano anterior.

Tal desempenho refletiu no resultado dos empreendimentos. Considerando o resultado dos ativos a 100%, a receita de aluguel apresentou um crescimento de 5%, atingindo R$ 313,2 milhões no quarto trimestre de 2017, alta de 5,8% em relação ao ano anterior. A receita de estacionamento, por sua vez, chegou a R$ 65,4 milhões, 3,5% maior que o mesmo trimestre 2016.

(Redação – Investimentos e Notícias)