Lucro líquido da Multiplan tem aumento de 4,4% no 3T19

  •  
Lucro líquido da Multiplan tem aumento de 4,4% no 3T19 Foto: Divulgação

A Multiplan divulgou seus resultados referentes ao 3T19. Segundo a empresa, o EBITDA no 3T19 foi de R$235,1 milhões, um aumento de 3,4% quando comparado ao mesmo período do ano anterior, beneficiado pelo desempenho operacional dos ativos (NOI: +7,9% no 3T19), sendo parcialmente compensado pelo impacto contábil na remuneração baseada em ações no trimestre (+R$9,1 milhões no 3T19 vs. 3T18).

Excluindo esse efeito em ambos os períodos, o EBITDA teria aumentado 7,4%, atingindo R$245,7 milhões, com uma margem EBITDA de 74,8% no 3T19.

Nos últimos 12 meses, o EBITDA atingiu R$909,5 milhões, ou R$988,9 milhões quando ajustado pela remuneração baseada em ações.

Ao fim de setembro de 2019, a posição de caixa da Multiplan era de R$986,4 milhões, 7,0% maior se comparada ao fim de junho de 2019, reduzindo a dívida líquida em 3,7% para R$2.186,1 milhões. A combinação de uma forte posição de caixa e uma distância confortável dos covenants suporta a estratégia de crescimento da Companhia.

A relação dívida líquida / EBITDA que após uma aquisição minoritária chegou a 2,52x em junho de 2019, reduziu para 2,40x em setembro de 2019, distante do menor covenant dívida líquida / EBITDA (4,00x).

O lucro líquido apresentou um aumento de 4,4% no 3T19 quando comparado ao 3T18 e totalizou R$121,5 milhões, impulsionado pelo aumento de 8,0% da receita líquida, sendo parcialmente compensado pelo aumento da depreciação devido à recente aquisição do BH Shopping e pelo efeito das despesas de remuneração baseada em ações. Excluindo a conta de remuneração baseada em ações em ambos os períodos, o lucro líquido teria aumentado 12,0% chegando a R$132,2 milhões com margem de 40,2%, um aumento de 142 p.b. sobre a margem registrada no 3T18.

Nos 9M19, o lucro líquido ajustado cresceu 12,1% em relação aos 9M18, atingindo R$372,0 milhões, também impulsionado pelo crescimento da receita líquida. Nos últimos 12 meses findos em setembro de 2019, o lucro líquido caiu 10,9%, impactado pelo efeito da conta de remuneração baseada em ações. Excluindo a conta mencionada, o lucro líquido teria sido de R$520,8 milhões, representando um crescimento de 13,8% em relação ao período anterior.

No 3T19, o Fluxo de Caixa Operacional (FFO) totalizou R$183,4 milhões, um aumento de 5,1% em relação ao mesmo período de 2018, devido a efeitos similares aos mencionados no tópico de Lucro Líquido. Se a despesa com remuneração baseada em ações fosse excuída, o FFO teria atingido R$194,0 milhões no 3T19, superando em 10,2% o mesmo período do ano anterior. Nos 9M19, o FFO ajustado cresceu 7,3% em comparação aos 9M18, alcançando R$546,9 milhões.

Nos 12 meses terminados em setembro de 2019, o FFO ajustado atingiu R$748,6 milhões, com uma margem de 57,2%.

A ação da Multiplan (MULT3) foi cotada a R$28,85 ao fim de setembro de 2019, um crescimento de 54,2% sobre o fim de setembro de 2018 e de 3,9% sobre junho de 2019. O volume médio diário negociado foi de R$87,4 milhões no trimestre (US$ 22,0 milhões²), um aumento de 133,0% sobre o 3T18 e 9,5% sobre o 2T19.

A MULT3 estava listada em 102 índices ao final do 3T19, incluindo o Ibovespa (IBOV), o Índice Brasil 50 (IBrX50), o Índice Carbono Eficiente (ICO2), o MSCI Emerging Market Index, e o FTSE All-World ex North America Index USD. Em 30 de setembro de 2019, o Sr. e a Sra. Peres detinham 26,5% das ações da Companhia, direta ou indiretamente, enquanto que a Ontario Teachers' Pension Plan (OTPP) detinha 27,4%. O free-float era equivalente a 45,3% das ações totais emitidas.

(Redação - Investimentos e Notícias)