Mercado Livre levanta US$ 1,85 bilhão em ofertas de capital

  •  
Mercado Livre levanta US$ 1,85 bilhão em ofertas de capital Foto: Divulgação Mercado Livre levanta US$ 1,85 bilhão em ofertas de capital

O Mercado Livre, companhia líder na oferta de tecnologia para o comércio eletrônico na América Latina, anunciou hoje que pretende oferecer aproximadamente US$ 1 bilhão em ações ordinárias em uma das maiores ofertas públicas já lançadas por uma empresa de tecnologia na América Latina. O Mercado Livre também pretende conceder aos acionistas a opção de compra, pelo prazo de 30 dias, de até US$ 150 milhões em ações ordinárias adicionais.

Além disso, o Mercado Livre firmou um acordo a partir do qual o PayPal se comprometeu a fazer um investimento estratégico de US$ 750 milhões, através da compra de ações ordinárias. Em um contrato separado, uma afiliada da Dragoneer Investment Group concordou em comprar US$ 100 milhões em ações preferenciais perpétuas conversíveis da Série A. Os investimentos do PayPal e da Dragoneer dependem do fechamento da oferta pública e devem ser concluídos ao mesmo tempo ou logo após a emissão ao mercado.

“Nos últimos 20 anos, temos investido fortemente no desenvolvimento do ecossistema de e-commerce e fintech mais importante da América Latina”, disse Marcos Galperin, CEO do Mercado Livre. “Estamos muito animados em receber esses investimentos, que nos permitirão expandir significativamente nosso crescimento. Também estamos ansiosos para acelerar em nossa liderança no comércio eletrônico e pagamentos e promover a inclusão financeira na América Latina como resultado de nossa aliança com um líder global no setor, como o PayPal”.

A empresa pretende usar os recursos para continuar expandindo sua plataforma de e-commerce, fortalecer sua infraestrutura de logística e investir em soluções que garantam ainda mais solidez à posição da empresa como provedora de soluções financeiras e de pagamentos.

“O comércio digital na América Latina está experimentando um enorme crescimento e o Mercado Livre está bem posicionado para se manter na liderança”, disse Dan Schulman, presidente e CEO da PayPal. “Ficamos impressionados com o ecossistema de comércio digital e pagamentos que Marcos e sua equipe criaram. Vemos ótimas oportunidades de integrar nossos respectivos recursos para criar experiências de pagamento únicas e valiosas para nossos 500 milhões de clientes em toda a região e em todo o mundo”.

"Através de seus investimentos em tecnologia financeira, logística e experiência do cliente, o Mercado Livre está solidificando sua posição de liderança no mercado de comércio eletrônico e pagamentos digitais em toda a América Latina, e acreditamos que estamos testemunhando um importante ponto de inflexão na região", disse Marc Stad, fundador e sócio-diretor da Dragoneer Investment Group, "Conhecemos Marcos e sua equipe há mais de uma década e estamos entusiasmados em firmar essa parceria neste período de alto crescimento e transformação".

Durante 2018, o Mercado Livre vendeu mais de 334 milhões de itens, totalizando mais de 12 bilhões de dólares em volume de mercadorias vendidas (GMV). As transações de pagamento no Mercado Pago, sua unidade de negócios de pagamentos, aumentaram 70% durante 2018, totalizando 389 milhões de transações e 18 bilhões de dólares de volume total de pagamentos (TPV).

Goldman Sachs, J.P. Morgan e Morgan Stanley estão atuando em conjunto, como agentes de estruturação e viabilização da oferta pública de capital.

(Redação - Investimentos e Notícias)