Notre Dame Intermédica compra a São lucas Saúde

  •  
Notre Dame Intermédica compra a São lucas Saúde Foto: Divulgação Notre Dame Intermédica compra a São lucas Saúde

A Notre Dame Intermédica Participações S.A., comunica que no dia 1º de outubro de 2019, a Notre Dame Intermédica Saúde S.A., subsidiária integral da Companhia, celebrou um acordo de intenção de compra e venda de ações e outras avenças para a aquisição da São Lucas Saúde S.A., sociedade operadora de planos de saúde, que possui uma carteira de aproximadamente 87 mil beneficiários de planos de saúde na região de Americana-SP e que detém o controle de duas outras entidades: a São Lucas Serviços Médicos Ltda, que oferece atendimento primário através de três Centros Clínicos e a Associação Clínica São Lucas, que opera um hospital com 80 leitos, dos quais 14 são leitos de UTI.

Com a conclusão da Transação, a Companhia passará a deter, de forma indireta, 100% do capital social da São Lucas Saúde S.A. e o controle das demais entidades do Grupo São Lucas. O preço de aquisição de R$ 312 milhões será pago à vista na data de fechamento da Transação, acrescido o caixa líquido apurado e descontada uma parcela retida para contingências.

O Grupo São Lucas apresentou, no exercício social de 2018, um faturamento líquido consolidado de R$ 229 milhões, com sinistralidade caixa de 80%.

A consumação da Transação está sujeita ao cumprimento de determinadas condições precedentes, incluindo a aprovação da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).

Com a Transação, a Companhia demonstra a intenção em manter sua estratégia de crescimento, de fortalecimento de sua rede própria impulsionando a sua presença no interior do Estado de São Paulo, além de reforçar seu compromisso com a criação de valor para seus acionistas, clientes e sociedade.

A Companhia esclarece que a Transação não está sujeita e, portanto, não será submetida à aprovação dos seus acionistas, conforme previsto no artigo 256 da Lei n°6.404/76, tampouco ensejará, nos termos do disposto no Ofício-Circular/CVM/SEP/Nº 03/2019,o direito de recesso aos seus acionistas, tendo em vista que a Transação foi realizada por meio da Notre Dame Intermédica Saúde S.A., companhia fechada e subsidiária indireta da Companhia.

(Redação - Investimentos e Notícias)