O mercado de energia dá um passo importante para se tornar uma Bolsa

  •  
O mercado de energia dá um passo importante para se tornar uma Bolsa Foto: Divulgação

O mercado de energia deu, nesta quinta feira (19), um passo importante para a criação de uma Bolsa de energia no Brasil: a Compass Comercializadora registrou seu primeiro contrato financeiro de energia na BM&F-Bovespa.

A Compass já havia executado o primeiro contrato financeiro de energia do país em dezembro de 2015, com registro na Cetip. A diferença, agora, é que a BM&F, além de registrar os contratos, estuda também realizar a liquidação financeira das operações. Ou seja, o mercado de energia passaria a operar como uma Bolsa de fato.

A Brix, plataforma eletrônica de negociação de contratos de energia, já assinou um protocolo de intenções com a BM&F para utilizar os serviços de registro e liquidação da Bolsa. Esta será a primeira operação do gênero no país.

“O que negociamos hoje pelo telefone, e depois levamos a registro na BM&F, poderá ser feito com um simples clique na tela da Brix, e ainda com a possibilidade de contar com a segurança da liquidação financeira da BM&F”, diz Marcelo Parodi, sócio-diretor da Compass e membro do Conselho de Administração da Brix.

(Redação - Agência IN)