Paraná financiou 47 mil unidades de veículos em outubro, diz Cetip

  •  
Paraná financiou 47 mil unidades de veículos em outubro, diz Cetip Foto: Divulgação Paraná financiou 47 mil unidades de veículos em outubro, diz Cetip

O financiamento de veículos novos e usados no Paraná somou 47.014 unidades em outubro, um aumento de 2,5%, em relação a setembro, e uma redução de 2,7% na comparação anual. Os dados incluem automóveis de passeio e comerciais leves, motos, pesados e outros. O estado apresentou o maior volume de financiamento da região Sul e o terceiro maior do país, atrás somente de São Paulo e Minas Gerais. O levantamento é da Cetip, que opera o maior banco de dados privado de informações sobre financiamentos de veículos do país, o Sistema Nacional de Gravames (SNG).

Os automóveis leves novos e usados atingiram a marca de 39.320 vendas a crédito efetuadas em outubro. Desse total, 25.700, ou 65%, foram de carros usados e 13.620, ou 35%, foram de novos. Além disso, no mês de outubro, foram financiados 4.046 motos e 3.424 pesados. No acumulado do ano, foram financiados 420.737 veículos no estado, uma queda de 7,5%, ante o mesmo período de 2013.

No Sul, foram realizados 122.866 financiamentos em outubro, uma alta de 2,9%, em relação a setembro, e queda de 4%, na comparação anual. A região maior é a segunda maior de financiamento de veículos de todo o País. No acumulado do ano, foram financiados 1.085.259 veículos, entre novos e usados, um recuo de 5,9%, sobre o mesmo período de 2013.

No Brasil, os veículos financiados somaram 579.100 unidades em outubro, entre automóveis leves, motocicletas, pesados e outros, apresentando uma alta de 2,6% frente ao mês anterior e uma queda de 3% em relação a outubro de 2013. Desse total, 281.416 foram de veículos novos e 297.684 foram de usados.

O SNG é uma base privada de abrangência nacional que reúne as informações sobre restrições financeiras de veículos dados como garantia em operações de concessão de crédito. Essa base é consultada e atualizada em tempo real pelas instituições financeiras.

(Redação - Agência IN)