PBG anuncia receita líquida de R$ 241,7 mi no 2T20

  •  
PBG anuncia receita líquida de R$ 241,7 mi no 2T20 (Foto: Pexels) PBG anuncia receita líquida de R$ 241,7 mi no 2T20

A PBG anuncia o resultado do segundo trimestre de 2020. A receita líquida acumulou R$ 515,9 milhões no 1S20, semelhante ao mesmo período de 2019, em função do bom desempenho no 1T20 (crescimento de +15,0%). No 2T20, a Receita Líquida chegou a R$ 241,7 milhões, sendo -12,9% abaixo quando comparado ao 2T19, em virtude da queda de vendas em abril por conta da pandemia, mas apresentando início da retomada em maio e crescimento em junho.

A Margem Bruta Ajustada no 2T20 e no 1S20 foi de 34,1% e 34,4%, respectivamente, apresentando melhoria de +0,4 p.p. quando comparado ao 2T19 e +1,7 p.p. versus 1S19. Este desempenho se deve ao efeito favorável do câmbio nas exportações, evolução no mix de produtos e estabilização nos custos de produção.

O EBITDA Ajustado e Recorrente atingiu no 2T20 R$ 15,7 milhões com margem de 6,5% da Receita Líquida, apesar dos impactos na economia durante o período de pandemia. O EBITDA Ajustado e Recorrente no 1S20 foi de R$ 38,5 milhões, um acréscimo de R$ 17,4 milhões versus 1S19, com margem de 7,5% da Receita Líquida, em função do crescimento da Margem Bruta e gerenciamento das Despesas Operacionais.

Já o Lucro Líquido atingiu R$51,7 milhões no 2T20, R$ 27,6 milhões acima do 2T19, e R$ 72,8 milhões no 1S20, R$ 65,9 milhões acima do 1S19, refletindo melhor EBITDA combinado com o resultado financeiro positivo (receita oriunda de variação cambial) e menor taxa efetiva de tributação sobre o lucro, com a reversão de provisões sobre a realização do crédito prêmio IPI - Polo Ativo no montante de R$ 54,0 milhões.

Por fim, a dívida líquida reduziu de R$ 583,1 milhões no 1S19 para R$ 410,1 milhões no 1S20, equivalente a 4,0 vezes o EBITDA dos últimos 12 meses.

(Redação – Investimentos e Notícias)