Produção brasileira de aço bruto aumenta 6,7% em julho

  •  
Produção brasileira de aço bruto aumenta 6,7% em julho Foto: Divulgação Produção brasileira de aço bruto aumenta 6,7% em julho

Em julho de 2018 a produção brasileira de aço bruto foi de 3,0 milhões de toneladas, um aumento de 6,7% frente ao mesmo mês de 2017. Já a produção de laminados foi de 1,9 milhão de toneladas, 2,7% maior do que a apurada em julho do ano anterior. A produção de semiacabados para vendas foi de 913 mil toneladas e cresceu 25,4% em relação ao mesmo mês de 2017.

As vendas internas cresceram 13,1% frente a julho de 2017, atingindo 1,6 milhão de toneladas. O consumo aparente de produtos siderúrgicos foi de 1,8 milhão de toneladas, 12,0% maior do que o apurado no mesmo período de 2017.

As importações de julho de 2018 foram de 216 mil toneladas e US$ 240 milhões, o que resulta em um crescimento de 5,9% em quantum e uma alta de 21,2% em valor na comparação com julho de 2017. As exportações foram de 984 mil toneladas e US$ 627 milhões, representando, respectivamente, uma queda de 8,0% e uma elevação de 13,4% na comparação com o mesmo mês de 2017.

Dados do acumulado até julho de 2018

Os indicadores de atividade da indústria do aço referente aos primeiros sete meses de 2018 apontaram a continuação da trajetória de recuperação moderada do setor. A fraca base de comparação de 2017 continua ampliando o crescimento em 2018. A greve dos caminhoneiros, que afetou fortemente a atividade da indústria do aço em maio deste ano, continua influenciando negativamente os dados do acumulado do ano.

A produção brasileira de aço bruto alcançou 20,2 milhões de toneladas no acumulado de janeiro a julho de 2018, o que representa um incremento de 3,4% frente ao mesmo período do ano anterior. A produção de laminados no mesmo período foi de 13,6 milhões de toneladas, aumento de 6,2% em relação a 2017. A produção de semiacabados para vendas foi de 5,6 milhões de toneladas no acumulado de 2018, um aumento de 5,1% na mesma base de comparação.

As vendas internas foram de 10,5 milhões de toneladas de janeiro a julho de 2018, uma elevação de 10,3% quando comparada com igual período do ano anterior.

O consumo aparente nacional de produtos siderúrgicos foi de 11,9 milhões de toneladas no mesmo período, o que representa uma alta de 9,7% frente aos primeiros sete meses de 2017.

As importações alcançaram 1,5 milhão de toneladas no acumulado de janeiro a julho de 2018, aumentando 4,3% frente ao mesmo período do ano anterior. Em valor, as importações atingiram US$ 1,6 bilhão, uma alta de 23,7% no mesmo período de comparação.

As exportações foram de 7,9 milhões de toneladas e US$ 4,9 bilhões nos sete primeiros meses de 2018. Esses valores representam, respectivamente, queda de 6,0% e aumento de 15,7% na comparação com o mesmo período de 2017.

(Redação - Investimentos e Notícias)