Raia Drogasil encerra o 1T16 com 7,3% de margem EBITDA

  •  
Foram abertas 176 novas lojas nos últimos 12 meses, recorde da companhia e no varejo farmacêutico brasileiro Foto: Divulgação Foram abertas 176 novas lojas nos últimos 12 meses, recorde da companhia e no varejo farmacêutico brasileiro

A Raia Drogasil S.A. (BM&FBovespa: RADL3) finalizou o primeiro trimestre de 2016 com receita bruta de R$ 2,6 bilhões, um crescimento de 26,3% em relação ao mesmo período do ano anterior. A Raia Drogasil cresceu 25,3%, enquanto a 4Bio, a segunda maior varejista de medicamentos especiais do Brasil, cresceu 85,7% no trimestre.

Considerando somente o segmento de varejo, o incremento nas mesmas lojas foi de 16,0%, ao passo que o crescimento das lojas maduras (aquelas que têm mais de três anos em operação) atingiu 12,2%.

A Companhia obteve um market share nacional de 10,7%, incremento de 1,0 ponto percentual, incrementando ou sustentando a participação de mercado em todas as regiões onde atua. Os principais destaques foram o Nordeste, com participação de 3,4% e ganho de 1,9 ponto percentual e São Paulo, onde a participação atingiu 22,3%, ganho de 1,4 ponto percentual.


Foram inauguradas 39 lojas no 1T16, encerrando o trimestre com 1.274 lojas em operação, considerando três filiais da 4Bio. Nos últimos 12 meses, abrimos um total de 176 unidades, um recorde tanto para a Raia Drogasil como no varejo farmacêutico brasileiro.

“Após um ano de 2015 com forte crescimento e expansão de margem, iniciamos o ano de 2016 com o pé direito. Este foi mais um trimestre excepcional, com excelente desempenho de vendas e com ganhos ou manutenção de participação de mercado em todas as regiões onde atuamos. Além disso, aceleramos a nossa expansão de forma significativa e constituímos um enorme banco de contratos para aberturas futuras. Com isso, estamos reiterando o guidance de 165 aberturas brutas em 2016 e 195 aberturas brutas em 2017 e preparando a Raia Drogasil para um crescimento orgânico ainda mais acelerado em um futuro próximo”, afirma Marcilio Pousada, presidente da Raia Drogasil.

O EBITDA (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) combinado da companhia no 1T16 foi de R$ 192,8 milhões, com margem de 7,3%, uma contração de 0,1 ponto percentual e em linha com a margem obtida no 4T15. O lucro líquido combinado ajustado totalizou R$ 100,8 milhões, um incremento de 23,8% em comparação com o mesmo período de 2015.

“A combinação de um setor defensivo com um balanço forte, aliados a um padrão único de operação e a um crescimento orgânico que combina velocidade e qualidade de forma sem igual no nosso mercado, vem permitindo à Raia Drogasil conciliar o forte crescimento com uma excelente margem e baixo endividamento em um ambiente econômico desafiador” diz Eugênio De Zagottis, vice-presidente de Planejamento Corporativo e de Relações com Investidores da Raia Drogasil.

(Redação - Agência IN)