Receita líquida da Sonae Sierra cresce 11,2% no 2T19

  •  
Receita líquida da Sonae Sierra cresce 11,2% no 2T19 Foto: Divulgação

A Sonae Sierra Brasil, uma das principais incorporadoras, proprietárias e administradoras de shopping centers do Brasil, anunciou seus resultados financeiros e operacionais do segundo trimestre de 2019.

No 2T19, as vendas dos lojistas tiveram um crescimento de 9,2%, totalizando R$ 1,3 bilhão, resultado da tímida e relativa recuperação do varejo e da menor base de comparação do 2T18, impactada pelos conhecidos efeitos negativos não recorrentes naquele trimestre. No 1S19, as vendas aumentaram 6,5% contra o 1S18, atingindo R$ 2,4 bilhões.

As vendas nas mesmas lojas (SSS) cresceram 8,4% no 2T19, lideradas pela combinação da base de comparação mais baixa, o forte desempenho dos lojistas e uma temporada de filmes com grandes blockbusters. No 1S19, o SSS cresceu 5,4%.

Os aluguéis nas mesmas lojas (SSR) apresentaram um crescimento de 10,1% no 2T19, resultado da combinação de menores descontos temporários e um forte aumento de aluguel variável.

A taxa de inadimplência líquida foi de 1,7% no 2T19, redução de 2,3 pontos percentuais em relação ao 2T18.

A receita líquida cresceu 11,2% no 2T19 em comparação com o 2T18, totalizando R$ 80,1 milhões, fruto da combinação de forte aumento nas receitas de aluguel e estacionamento, da redução dos descontos temporários e da aquisição de participação adicional de 30% no Plaza Sul Shopping. No 1S19, a receita líquida atingiu R$ 157,1 milhões, 8,8% superior ao 1S18.

O EBITDA totalizou R$ 57,4 milhões no trimestre, forte crescimento de 14,2% em relação ao 2T18, enquanto o indicador do 1S19 aumentou 11,0%, totalizando R$ 111,2 milhões.

O FFO cresceu 34,4% no 2T19 em comparação com o mesmo período de 2018, atingindo R$ 37,9 milhões. No primeiro semestre de 2019 o FFO totalizou R$ 71,5 milhões, um crescimento de 28,0% em relação ao 1S18.

Em junho de 2019, os acionistas controladores da Sonae Sierra Brasil e da Aliansce anunciaram um acordo para combinar os negócios das empresas. No mês seguinte, receberam as aprovações para a transação, que deve ser concluída no início de agosto. A empresa combinada, que se chamará Aliansce Sonae Shopping Centers S.A., será a maior empresa de shopping centers do Brasil em termos de área sob gestão.

(Redação - Investimentos e Notícias)