Sinqia cresce pelo 15º ano seguido em 2019

  •  
Sinqia cresce pelo 15º ano seguido em 2019 Foto: Divulgação Sinqia cresce pelo 15º ano seguido em 2019

A Sinqia (B3: SQIA3), provedora de tecnologia para o sistema financeiro, anunciou que em 2019 com receita líquida recorde de R$ 175,1 milhões, a empresa bateu a marca de crescimento pelo 15º ano consecutivo, com um aumento de 23,3% sobre os R$ 142,1 milhões de 2018. Do crescimento de R$ 33,0 milhões, R$ 24,7 milhões foram inorgânicos provenientes das últimas quatro aquisições realizadas em 2019 e R$ 8,3 milhões foram orgânicos, sendo R$ 6,1 milhões na unidade software e R$ 2,2 milhões na unidade de serviços, que ainda não refletem integralmente as vendas realizadas em 2019.

Segundo Bernardo Gomes, diretor presidente da Sinqia, "a bem acertada mudança do modelo comercial de subsidiar o setup de algumas vendas, ou seja, trocar receita variável de implantação no curto prazo por maiores receitas recorrentes de subscrição no médio prazo, deve produzir efeitos entre 2020 e 2021".

Bernardo destaca, ainda, que o ano passado foi marcado por avanços importantes da Sinqia: "a velocidade da estratégia de consolidação foi substancialmente acelerada pelas quatro aquisições realizadas em 2019, totalizando 14 desde 2005. Também realizamos duas importantes captações de recursos para financiar essas e as próximas aquisições", complementa Gomes.

As receitas recorrentes de R$ 145,4 milhões também representam o melhor desempenho da história da companhia, com um aumento de 25,6% sobre 2018, que representam 83,0% do total.

O lucro bruto atingiu recorde de R$ 57,9 milhões, crescimento de 9,4% sobre 2018 e aumento de R$ 5,0 milhões, apesar dos custos com Implantação decorrente da mudança no modelo comercial. "As aquisições contribuíram para o recorde de lucro bruto, que ainda continua pressionado pelos custos com implantação de R$ 12,1 milhões em 2019. Sem eles, o desempenho de curto prazo seria ainda melhor", ressalta Gomes.

O EBITDA ajustado cresceu 9,8% comparado com 2018, alcançando recorde de R$ 21,1 milhões em 2019. A margem EBITDA ajustada reduziu para 12,0% ante 13,5% em 2018, lucratividade claramente impactada pelos custos com implantação, mas que trará maior perfil de recorrência após o setup dos softwares.

"Também ampliamos os investimentos em pesquisa, desenvolvimento e inovação para atualização tecnológica dos softwares provenientes das aquisições, visando fornecer aos nossos clientes a experiência mais desejada em tecnologia financeira. Investimos R$ 0,9 milhão a mais, totalizando R$ 4,1 milhões ano passado contra R$ 3,2 milhão em 2018", destaca o executivo.

Por fim, Gomes salienta que que a Sinqia está pronta para abrir um novo ciclo de consolidação com mais intensidade. "Não teríamos realizado o follow-on, em setembro do ano passado, se não estivéssemos convencidos de que existem muitas oportunidades de M&A, inclusive no curto prazo. Estamos confiantes de que, com disciplina e agilidade, faremos uma nova escalada de crescimento da Sinqia."

(Redação - Investimentos e Notícias)