Sonda IT registra R$ 10 milhões em contratos fiscais em 2015

  •  
Sonda IT registra R$ 10 milhões em contratos fiscais em 2015 Foto: Divulgação Sonda IT registra R$ 10 milhões em contratos fiscais em 2015

O movimentado ano no cenário fiscal brasileiro, marcado pelas exigências do Fisco em relação à modernização do acompanhamento fiscal e tributário, rendeu à Sonda IT, maior integradora latino-americana de soluções de Tecnologia da Informação, R$ 10 milhões em contratos até então.

Desde a entrega do SPED Escrituração Fiscal Digital das Contribuições incidentes sobre a Receita (EFD-Contribuições), em 2012, o País não vivia um cenário fiscal tão intenso. O ano de 2015 foi movimentado tanto para o Governo, que emitiu diversas modificações em relação às obrigatoriedades, assim como para as empresas, que tiveram que se adequar às novas exigências.

Já para as softwares houses, como é o caso da Divisão de Aplicativos da Sonda IT, as atividades se iniciam muito antes da data de início da vigência das obrigatoriedades. Dados os comunicados do Governo, as empresas de TI fazem o acompanhamento das reuniões do grupo gestor, composto por empresas, Fisco e entidades de classes, a fim de iniciar o planejamento para o desenvolvimento ou adaptação dos softwares.

É o chamado ciclo de vida do produto, que envolve muitas horas de arquitetura, discussão, entendimento, desenvolvimento e testes com o objetivo de atender a todos os requisitos legais e de negócio, o que muitas vezes são conflitantes. Para o atendimento das novas exigências, entre elas o SPED ECF (Escrituração Contábil Fiscal) e o SPED-EFD Bloco K (Livro Registro de Controle da Produção e do Estoque) que tinha vigência prevista para início de 2016, mas foi alterada para 2017, a Sonda IT investiu aproximadamente R$ 2 milhões e dois anos em pesquisas e discussões.

“Periodicamente comunicamos a toda nossa comunidade de clientes e interessados sobre as principais alterações na legislação que afetam direta ou indiretamente as nossas soluções. Para os temas que despertam mais interesse dos usuários realizamos sessão viva Webinar. Por esse canal divulgamos em 2015 informações sobre o SPED ECF, SPED EFD – Bloco K, e-Social e RECOF, entre outras”, complementa o diretor de R&D da Divisão de Aplicativos da Sonda IT, Renato Matavelli.

Para 2016, há duas grandes novidades. A primeira diz respeito à nova sistemática de apuração do ICMS Interestadual (Difal), modificado pela EC87/15; a segunda e, ainda para o decorrer do ano, o e-Social e o SPED EFD-REINF (Escrituração Fiscal Digital das Retenções e Informações da Contribuição Previdenciária Substituída), grande projeto já em discussão há alguns anos.

“Temos expertise para atender as leis vigentes e constantes alterações do Fisco, pois seguimos a metodologia de ciclo de vido de produto, inclusive nas adaptações, além de todo o processo de capacitação de consultores e clientes”, finaliza Matavelli.

(Redação - Agência IN)