Cogna tem resultado financeiro negativo de R$ 227 mi

No primeiro trimestre de 2020 (1T20), o resultado financeiro líquido foi negativo em R$227 milhões, um aumento de 12%, apesar da redução na despesa com juros oriunda da redução da taxa básica de juros. Os principais ofensores foram o aumento nos juros de arrendamento, originados pela atualização dos contratos de direito de uso realizada no 4T19, além da atualização monetária sobre as contingências relacionadas à aquisição da Somos, que passaram a ser contabilizadas somente após um ano da sua incorporação. O impacto das despesas de juros (líquido da receita de juros), no entanto, tende a ser menor nos próximos trimestres em razão do aumento de capital realizado em fevereiro (impactando positivamente a receita financeira com os recursos em caixa) e da redução das taxas de juros observadas em maio.

Assinar este feed RSS