Emprego na construção brasileira cresce 1,35% no 1º bimestre do ano

O nível de emprego na construção civil brasileira registrou alta de 1,35% no primeiro bimestre do ano. Foram abertos 30.650 postos de trabalho no acumulado de 2019. Na comparação do primeiro bimestre com o mesmo período do ano anterior, a variação é positiva em 1,05%. Na comparação de fevereiro com o mesmo mês do ano anterior, a variação é positiva em 1,40%. Em fevereiro, foram abertos 13.392 postos de trabalho e no primeiro mês do ano, 17.258. Ao final de fevereiro, o setor empregava 2.303.127 trabalhadores.

 

CUB paulista começa 2017 com alta mensal de 0,05%, segundo SindusCon-SP

O Custo Unitário Básico (CUB) da construção civil do estado de São Paulo registrou alta de 0,05% em janeiro na comparação com dezembro. De acordo com o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP), o CUB representativo da construção paulista (R8-N) ficou em R$ 1.295,95 por metro quadrado no período. Em 12 meses alta é de 5,55%.

Custo da construção civil em São Paulo sobe 4,88% em 12 meses

O Custo Unitário Básico (CUB) da construção civil do estado de São Paulo atingiu R$ 1.145,12 por metro quadrado em janeiro, uma alta de 4,88% acumulada nos últimos 12 meses. Em relação a dezembro, o aumento foi de 0,44%. Divulgados hoje (2), os dados são do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP) e levam em conta obras incluídas na desoneração da folha de pagamento.

SindusCon-SP estima fechamento de 480 mil vagas em 2015

A notícia de que o governo não incluirá a construção civil entre os setores que permanecerão desonerados é um balde de água fria para empresas e empregados, afirma o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP).

Assinar este feed RSS