Impostômetro atinge R$ 100 bilhões neste domingo, 13

A primeira marca significativa do Impostômetro no ano de 2019, de R$ 100 bilhões, será registrada à 0h10 deste domingo (13/1). O painel da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) informa o valor pago pela população brasileira desde o primeiro dia de cada ano e engloba impostos, taxas, multas e contribuições. Em 2018, o valor de R$ 100 bilhões também foi atingido dia 13/1.

 

  • Publicado em Economia

Tributação do material escolar vai de 15% a 50% do preço, revela ACSP

Janeiro é um mês fraco para o varejo, mas a volta às aulas movimenta algumas lojas e ajuda o comércio a não fechar no vermelho. Para a economia o impacto das vendas de material escolar é pequeno porque se trata de um ramo específico (papelaria) e os produtos são de baixo valor, comprados à vista. Mas o impacto é grande no bolso dos pais. Além de os preços oscilarem de uma loja para outra, o peso dos tributos embutidos nos preços dos produtos é alto, segundo a Associação Comercial de São Paulo (ACSP), e pode chegar a 49,95% no caso da caneta. Outros produtos também chamam a atenção por suas cargas tributarias elevadas: lápis (34,99%), caderno (34,99%), borracha (39,29%) e mochila (39,62%).

 

  • Publicado em Economia

Aumenta intenção do consumidor de comprar a prazo, diz ACSP

A pesquisa mensal de confiança da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) identificou que a parcela de brasileiros pouco à vontade para comprar eletrodomésticos caiu de 56% em novembro para 52% em dezembro. Ao mesmo tempo, o universo de entrevistados à vontade para realizar aquisições desse tipo subiu de 19% para 22%.

 

  • Publicado em Economia

Confiança do consumidor brasileiro sobe 4 pontos em dezembro, aponta ACSP

O Índice Nacional de Confiança (INC) da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) registrou 94 pontos em dezembro, um aumento de quatro pontos em relação a novembro (90) e de 20 frente a dezembro do ano passado (74). É a quarta alta consecutiva da pesquisa e também o maior patamar desde junho de 2015, quando o levantamento registrou 100 pontos.

  • Publicado em Economia

BC acertou em manter Selic, diz ACSP

Para Alencar Burti, presidente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), “a decisão do Copom de manter a taxa Selic em 6,5% foi acertada, por refletir o atual momento econômico. Não houve alteração na economia desde a última reunião, e a inflação continua sob controle”.

  • Publicado em Economia

ACSP aponta como acertada decisão do Copom

Para a Associação Comercial de São Paulo (ACSP), a decisão de hoje do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) de manter a taxa básica de juros (Selic) em 6,5% foi acertada. O superintendente institucional da entidade, Marcel Solimeo, aponta três razões econômicas para a manutenção da taxa:

Varejo brasileiro deve fechar 2018 com alta de 3,6%, diz ACSP

Projeção elaborada pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP) aponta que o varejo nacional deve fechar o ano com crescimento de 3,6% sobre 2017. De acordo com o presidente da entidade, Alencar Burti, o número é motivo para se comemorar, mas ao mesmo tempo pede cautela. 'Considerando-se que essa tem sido a recuperação econômica mais lenta da nossa história, e também os percalços provocados pela paralisação dos caminhoneiros, é um aumento importante, maior do que o do ano passado. Mas o cenário é muito instável, principalmente o político-eleitoral. Muita coisa pode mudar até o fim do ano'.

 

Assinar este feed RSS