Preço do aluguel recua 0,12% em outubro

O Índice FipeZap de Locação Residencial, que acompanha o comportamento do preço médio do aluguel de apartamentos prontos, encerrou outubro com queda de 0,12%, após recuar 0,31% no mês anterior. A variação em outubro foi inferior à inflação registrada pelo IPCA/IBGE (+0,86%) e pelo IGPM/FGV (+3,23%), resultando em uma queda real do preço médio do aluguel residencial. 

Preço médio do aluguel residencial tem nova queda em setembro

O Índice FipeZap de Locação Residencial, que acompanha o comportamento do preço médio do aluguel de apartamentos prontos, encerrou setembro com queda para 0,31% - o quarto resultado negativo consecutivo. A última variação foi inferior à inflação registrada tanto pelo IPCA/IBGE (+0,64%) quanto pelo IGPM/FGV (+4,78%), resultando em uma queda real do preço médio do aluguel residencial. No último mês, em particular, o comportamento negativo foi observado na maior parte das capitais brasileiras monitoradas pelo Índice FipeZap de Locação Residencial, destacando-se: Fortaleza (-1,17%), Salvador (-1,11%), Florianópolis (-0,97%), Curitiba (-0,59%), São Paulo (-0,55%) e Porto Alegre (-0,33%). Em contraste, apenas duas capitais apresentaram elevação no preço médio: Brasília (+0,61%) e Recife (+0,30%).

Preço médio de aluguel recua pelo terceiro mês consecutivo

Após recuo de 0,40% em julho, o Índice FipeZap de Locação Residencial apresentou nova queda em agosto de 2020 (-0,28%). A variação do Índice FipeZap de Locação Residencial ficou abaixo da inflação registrada tanto pelo IPCA/IBGE (+0,24%) e quanto pelo IGPM/FGV (+2,74%), resultando em uma queda real do preço médio do aluguel dos imóveis. No último período, o comportamento negativo foi influenciado pela queda registrada nos preços desse segmento em algumas das principais capitais brasileiras: Curitiba (-1,24%), Florianópolis (-1,17%), São Paulo (-0,81%), Rio de Janeiro (-0,29%), Salvador (-0,27%) e Fortaleza (-0,23%). Já entre as capitais que apresentaram elevação no preço médio, incluem-se: Belo Horizonte (+0,57%), Brasília (+0,39%), Goiânia (+0,22%), Porto Alegre (+0,18%) e Recife (+0,14%).

Preço médio do aluguel residencial abre 2020 com alta

O Índice FipeZap de Locação Residencial encerrou janeiro de 2020 com alta nominal de 0,38% em relação a dezembro de 2019. A variação observada superou o resultado mensal da inflação pelo IPCA/IBGE no último mês (+0,21%), resultando em uma alta real de 0,17% no preço médio de locação de imóveis residencial.

Valor médio do aluguel aumenta 3%, aponta Secovi-SP

A Pesquisa Mensal de Locação Residencial, elaborada pelo Secovi-SP (Sindicato da Habitação), aponta um aumento de 3,04% no período acumulado de 12 meses (junho de 2018 a maio de 2019). O percentual ficou abaixo do IGP–M (Índice Geral de Preços – Mercado), da Fundação Getúlio Vargas, que apresentou variação de 7,64% no acumulado de 12 meses. Em maio, a variação foi de 1%.

Assinar este feed RSS