GOL anuncia reorganização societária com a Smiles

A GOL Linhas Aéreas Inteligentes S.A. (B3: GOLL4 e NYSE: GOL) anunciou, que em conjunto com a Gol Linhas Aéreas S.A., enviou carta à Smiles Fidelidade S.A. (B3: SMLS3) comunicando uma proposta de reorganização societária do Grupo, a ser submetida aos acionistas minoritários de SMILES.

 

Alitalia cresce 8,1% em receita no setor corporativo

A Alitalia anunciou nesta terça-feira, 3, que sua receita teve um aumento significativo no mês de julho. O número de passageiros no setor corporativo também registrou crescimento em comparação ao mesmo período do ano anterior. O crescimento foi de 8.1% de receita e 9.7% no número de passageiros que viajaram a negócios com a companhia aérea italiana.

GOL atinge receita líquida recorde de R$3,1 bi no 2T19

A GOL Linhas Aéreas Inteligentes S.A. ("GOL" ou "Companhia"), (B3: GOLL4 e NYSE: GOL), a maior companhia aérea doméstica do Brasil, anuncia o resultado consolidado do segundo trimestre de 2019 (2T19). Todas as informações são apresentadas em IFRS, Reais (R$) e as comparações referem-se ao segundo trimestre de 2018 (2T18), exceto quando especificado de outra forma.

 

Grupo Emirates registra lucro de US$ 631 milhões

O Grupo Emirates anunciou hoje seu 31º ano consecutivo de lucro e expansão constante dos negócios.
Divulgado hoje em seu Relatório Anual de 2018-2019, o Grupo Emirates registrou um lucro de AED 2,3 bilhões (US$ 631 milhões) no ano fiscal encerrado em 31 de março de 2019, uma queda de 44% em relação ao ano passado. A receita do grupo alcançou AED 109,3 bilhões (US$ 29,8 bilhões), um aumento de 7% em relação aos resultados do ano passado. O saldo em caixa do Grupo foi de AED 22,2 bilhões (US$ 6,0 bilhões), uma queda de 13% em relação ao ano anterior, principalmente devido a grandes investimentos no negócio, incluindo aquisições significativas e pagamento do dividendo de AED 2 bilhões (US$ 545 milhões) do ano passado.

Receita ajustada da Delta Air Lines atinge US$ 10,4 bi

A Delta Air Lines (NYSE:DAL) divulgou seus resultados financeiros referentes aos três primeiros meses do ano e forneceu perspectivas para o segundo trimestre que se encerrará em junho. Os destaques desses, incluindo GAAP e as métricas ajustadas, são apresentados abaixo.

 

Aeroportos foram arrematados com ágio médio de 986%

O leilão de privatização de 12 aeroportos superou a outorga estipulada pelo governo de R$ 2,1 bilhões. No total, os lances pelos três blocos somaram R$ 2,377 bilhões. Os terminais estão localizados nas regiões Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste, e, juntos, recebem 19,6 milhões de passageiros por ano, o que equivale a 9,5% do mercado nacional de aviação. O investimento previsto para os três blocos é de R$ 3,5 bilhões, no período de 30 anos.

Assinar este feed RSS