Com pandemia, 75 mil lojas fecharam as portas em 2020

Mais de 75 mil lojas fecharam as portas no Brasil, no primeiro ano da pandemia de covid-19. O dado é do novo levantamento da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), que aponta o saldo entre abertura e fechamento de estabelecimentos com vínculos empregatícios do comércio varejista brasileiro. A retração em 2020 é a maior desde 2016 (-105,3 mil), quando o setor ainda sofria os efeitos da maior recessão da história recente do País.

Confiança do Comércio sobe 0,2 ponto em fevereiro

O Índice de Confiança do Comércio (ICOM) acomodou ao variar 0,2 ponto em fevereiro, passando de 90,8 para 91,0 pontos, interrompendo a sequência de quatro quedas consecutivas, segundo dados da Fundação Getulio Vargas (FGV). Em médias móveis trimestrais, o indicador caiu 0,8 ponto, mantendo a tendência de queda pelo quarto mês seguido.

  • Publicado em Economia

Confiança do comércio começa 2021 em queda

O Índice de Confiança do Comércio (ICOM) recuou 0,9 ponto em janeiro, passando de 91,7 para 90,8 pontos, registrando a quarta queda consecutiva, segundo dados da Fundação Getulio Vargas (FGV). Em médias móveis trimestrais, o indicador caiu 1,7 ponto, mantendo a tendência de queda pelo terceiro mês consecutivo.

  • Publicado em Economia

Comércio paulista entra em 2021 menos confiante

Depois de registrar altas seguidas por sete meses no ano passado, o Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) voltou a cair entre dezembro de 2020 e janeiro de 2021, e fechará o primeiro mês de 2021 aos 98,2 pontos – ou seja, abaixo do patamar dos cem pontos, como estava em outubro.

  • Publicado em Economia

Vendas caem 10,3% na semana do Natal, revela Serasa Experian

Depois de uma breve recuperação na Black Friday, as vendas no varejo físico voltaram a cair na semana do Natal. Segundo os dados do Indicador de Atividade do Comércio – Natal, da Serasa Experian, houve uma redução de 10,3% no comparativo entre os dias 18 e 24 de dezembro de 2019 e 2020 em todo o país. Este é o pior desemprenho já registrado na série histórica, iniciada em 2003.

  • Publicado em Economia

Confiança do comércio encerra dezembro em queda

O Índice de Confiança do Comércio (ICOM) da Fundação Getulio Vargas recuou 1,8 ponto em dezembro, passando de 93,5 para 91,7 pontos, registrando a terceira queda consecutiva. Em médias móveis trimestrais, o indicador caiu 2,6 pontos, seguindo a tendência de queda observada no mês anterior.

  • Publicado em Economia

Confiança das famílias paulistanas sobe pelo 4º mês seguido

Mantendo a retomada lenta iniciada a partir do segundo semestre, o Índice de Confiança das Famílias (ICF) fechou o mês de novembro em 67 pontos — alta de 10% em relação a agosto, quando o indicador chegou ao pior resultado desde o início da série histórica, com 61 pontos. O cenário positivo é corroborado pelo crescimento do Índice de Confiança do Consumidor (ICC), que chegou a 112 pontos no mês passado, numa linha ascendente desde maio, quando estava em 97 pontos.

  • Publicado em Economia

Supermercados e lojas de construção sustentam crescimento

Puxado pelos supermercados e pelas lojas de materiais para construção e sustentado pelo auxílio emergencial, o varejo paulista vai terminar o ano com alta de 2% no seu faturamento real em comparação a 2019, projeta a Pesquisa Conjuntural do Comércio Varejista (PCCV), da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP). Em números absolutos, será um aumento de R$ 12 bilhões no orçamento final de 2020 em relação ao ano anterior – um resultado menos destrutivo do que o esperado em meio à crise do coronavírus.

  • Publicado em Economia
Assinar este feed RSS