Confiança do pequeno empresário atinge 47,4 pontos em agosto

O Indicador de Confiança da Micro e Pequena Empresa (MPE) atingiu 47,4 pontos em agosto, o que representa uma estabilidade com relação aos 49,0 pontos registrados em julho. Já na comparação com agosto do ano passado, houve uma queda de 2,8 pontos percentuais – naquele mês o índice estava em 50,2 pontos. O indicador do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) varia de zero a 100, sendo que, acima de 50 pontos, reflete confiança desses empresários e, abaixo dos 50 pontos, reflete desconfiança com os negócios e com a economia.

Confiança das famílias aumenta 12,3% em junho

A Intenção de Consumo das Famílias (ICF), apurada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), alcançou 77,1 pontos em junho de 2017, em uma escala de 0 a 200. O aumento de 12,3% em relação ao mesmo período do ano passado é a quarta variação positiva consecutiva. Na comparação com maio, o indicador apresentou queda de 0,7%.

PMEs estão menos confiantes para o 1º semestre de 2017

Os pequenos e médios empresários brasileiros estão menos confiantes para o primeiro trimestre de 2017. É o que mostra o Índice de Confiança do Pequeno e Médio Empresário (IC-PMN), ao registrar 63,14 pontos, resultado 3,1% menor quando comparado ao quarto trimestre de 2016. A pesquisa é elaborada pelo Centro de Estudos em Negócios do Insper, com apoio do Santander.

 

Como a TI pode melhorar a confiança da indústria em meio à crise?

O índice que mede a confiança do empresário brasileiro em relação ao desempenho da indústria já melhorou no último mês, segundo a CNI, o ICEI (Índice de Confiança do Empresário Industrial) chegou ao melhor patamar de confiança para o próximo semestre – confiança que não acontecia desde 2014. Isso mostra que por mais passageiras que as crises econômicas sejam, elas ainda têm o potencial de fazer as empresas olharem com atenção para o futuro.

 

Confiança do consumidor cresce pelo segundo mês seguido

Diante de um cenário melhor para o custo de vida e do maior otimismo com a própria renda, a confiança do consumidor voltou a crescer em agosto. Segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI), houve um avanço de 0,8% frente a julho e de 3,1% comparado a agosto de 2015.

Confiança cresce em 12 de 13 ramos do comércio

O otimismo do comerciante melhorou em agosto. Influenciado pela forma como os empresários passaram a enxergar a situação atual e o que eles esperam para o futuro, o indicador da Fundação Getulio Vargas (FGV) avançou 7,2 pontos frente a julho.

 

Risco Brasil cai ao menor nível em 11 meses

Um dos indicadores mais usados pelo mercado financeiro para avaliar o risco Brasil caiu ao menor nível em 11 meses. Isso significa que o País se tornou mais confiável e que as chances de não pagamento de sua dívida ficaram menores.

Confiança do empresário paulistano cresce 1,5% em maio

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) atingiu 75,9 pontos em maio - elevação de 1,5% em relação a abril. Na comparação com o mesmo período de 2015, porém, houve queda de 7,2%. Mesmo com a elevação em maio, o índice abaixo dos 100 pontos - a última vez que superou a marca foi em dezembro de 2014 - sinaliza que continua o pessimismo dos empresários com relação ao nível de atividade em geral da economia.

Assinar este feed RSS