IBGE prevê alta de 1,6% na safra de grãos de 2019

Em março, a produção de cereais, leguminosas e oleaginosas para 2019 foi estimada em 230,1 milhões de toneladas, 1,6% acima da safra de 2018 (mais 3,6 milhões de toneladas) e 0,6% superior ao obtido na 2ª estimativa (mais 1,3 milhão de toneladas). Já a área a ser colhida é de 62,3 milhões de hectares, 2,3% maior que a de 2018 (mais 1,4 milhão de ha) e 0,6% maior que a 2ª estimativa (mais 399,4 mil ha).

IBGE prevê alta de 1,0% na safra de grãos em fevereiro

Em fevereiro, a produção de cereais, leguminosas e oleaginosas para 2019 foi estimada em 228,8 milhões de toneladas, 1,0% superior a 2018 (mais 2,3 milhões de toneladas) e 0,8% inferior a janeiro (menos 1,9 milhão de toneladas), segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A estimativa da área a ser colhida foi de 61,9 milhões de hectares, aumento de 1,7% frente a 2018 (mais 1,0 milhão de hectares) e queda de 0,3% em relação a janeiro (menos 187,7 mil hectares).

Índice Nacional da Construção Civil recua em fevereiro

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), calculado pelo IBGE, subiu 0,21% em fevereiro, ficando 0,21 ponto percentual abaixo da taxa do mês anterior (0,42%). O acumulado em 12 meses ficou em 4,47%, pouco abaixo dos 4,56% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em fevereiro de 2018, o índice foi 0,30%. 

IBGE prevê alta de 1,9% na safra de grãos

Em janeiro, a produção de cereais, leguminosas e oleaginosas para 2019 foi estimada em 230,7 milhões de toneladas, 1,9% acima da safra de 2018 (mais 4,2 milhões de toneladas) e 1,2% inferior ao obtido no 3º Prognóstico (menos 2,7 milhões de toneladas), segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Já a área a ser colhida é de 62,1 milhões de hectares, 2,0% maior que a de 2018 (mais 1,2 milhão de ha) e 0,1% menor que o 3º prognóstico (menos 62,7 mil ha).

  • Publicado em Economia

INPC varia 0,36% em janeiro

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) apresentou variação de 0,36% em janeiro, acima dos 0,14% de dezembro, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na ótica dos últimos doze meses, o índice ficou em 3,57%, acima dos 3,43% dos 12 meses imediatamente anteriores. Em janeiro de 2018, a taxa atingiu 0,23%.

  • Publicado em Economia

Em novembro, indústria sobe em seis dos 15 locais pesquisados

Com o ligeiro acréscimo de 0,1% na produção industrial nacional, apenas seis dos quinze locais pesquisados mostraram taxas positivas de outubro para novembro de 2018, na série com ajuste sazonal, divulgou nesta sexta-feira (11) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os maiores aumentos foram em Pernambuco (1,4%), Paraná (1,1%) e Ceará (0,9%), mas São Paulo (0,7%), Minas Gerais (0,7%) e Rio Grande do Sul (0,4%) também tiveram resultados positivos.

  • Publicado em Economia

Índice Nacional da Construção Civil fecha 2018 em 4,41%

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi) teve variação de 0,22% em dezembro, ficando 0,02 ponto percentual (p.p.) abaixo da taxa de novembro (0,24%). Assim, o índice fechou 2018 em 4,41%, ficando 0,59 ponto percentual acima da taxa de 2017 (3,82%). Em dezembro de 2017, o índice havia sido 0,18%.
O material de apoio dessa divulgação está à direita.

  • Publicado em Economia

IPCA varia 0,15% em dezembro e fecha 2018 em 3,75%

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de dezembro foi de 0,15%, ficando acima dos -0,21% de novembro, divulgou nesta sexta-feira (11) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Essa foi a menor variação para um mês de dezembro desde o início do Plano Real, em 1994. Em dezembro de 2017, o índice tinha sido de 0,44%. O IPCA acumulado em 2018 ficou em 3,75%, 0,80 ponto percentual acima dos 2,95% registrados em 2017.

  • Publicado em Economia
Assinar este feed RSS