Vendas de pneus caem 4,5% em julho

A indústria nacional de pneumáticos registrou uma queda de 4,5% em julho, em comparação ao mesmo mês de 2018. As reduções de 4,1% nas vendas para reposição e de 5,5% para montadoras levaram a esse resultado negativo. O registro foi puxado pelas quedas de 21,3% de pneus de motocicletas, 5,3% nos pneus para veículos comerciais leves e 3,8% de pneus de carga. Somente as vendas de pneus de passeio tiveram saldo positivo, superando em 1,3% os resultados de julho de 2018.

No acumulado do ano, as vendas totais apresentaram aumento de 0,2% em relação ao mesmo período do ano passado. De janeiro a julho, as vendas para montadoras registraram alta de 6%, enquanto as vendas para reposição recuaram 1,9%. A alta nas vendas totais foi impactada pelo aumento de 4,4% de pneus de carga, de 1,5% de comerciais leves. Os pneus de motos tiveram saldo negativo no acumulado do ano, com redução de 2,9% em comparação com o mesmo período de 2018, enquanto os pneus de passeio ficaram praticamente estáveis, com queda de 0,1%. Os números fazem parte do levantamento setorial divulgado pela ANIP (Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos).

"Os números indicam que o ano de 2019 não deve apresentar nenhum avanço para o setor de pneumáticos", afirma Klaus Curt Müller, presidente executivo da ANIP.

(Redação - Investimentos e Notícias)

Mitsubishi Electric registra vendas globais de US$ 41 bi no ano fiscal

O grupo Mitsubishi Electric, líder mundial na fabricação, comercialização e vendas de equipamentos elétricos e eletrônicos, fechou o ano fiscal de 2019 (que compreende 1º de abril de 2018 a 31 de março de 2019) com receita de US$ 41,4 bi, aumento de 2% em relação ao mesmo período do ano anterior. Globalmente, os principais segmentos que geraram o aumento foram: energia e sistemas elétricos, sistemas de automação industrial e de eletrodomésticos.

Indústria de bicicletas apresenta 20% de crescimento em Maio

Em maio a produção das fabricantes de bicicletas instaladas no Polo Industrial de Manaus - PIM atingiu 73.299 unidades, alta de 20,1% na comparação com o mesmo mês do ano passado (61.020 unidades). Segundo dados da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares - Abraciclo, esse foi o melhor resultado alcançado para o mês desde 2012. Naquela ocasião, foram fabricadas 70.771 unidades. A produção de bicicletas nos primeiros cinco meses do presente ano atingiu a marca de 332.721 unidades, alta de 18,4% ante o mesmo período de 2018 (281.089 unidades).

Vendas financiadas de veículos crescem 15,3% em maio

As vendas financiadas de veículos em maio de 2019 somaram 519,1 mil unidades, entre novas e usadas, incluindo autos leves, motos e pesados. Esse número representa um aumento de 15,3% em relação a maio de 2018 e engloba veículos novos e usados em todo o País. Desse total, 199,1 mil representam veículos novos - 18,7% a mais do que em maio do ano passado - e 320 mil, de usados, alta de 13,2% na mesma base de comparação. A alta tem relação com maio de 2018, quando a paralisação dos caminhoneiros impactou negativamente o volume de financiamentos de veículos no período, o que resultou em uma base de comparação menor.

Vendas no setor de pneus cai 4,8% em abril

As vendas da indústria nacional de pneumáticos em abril de 2019 caíram 4,8% em relação ao mesmo mês de 2018. O setor de reposição também anotou queda de 7,2% no mês, ao contrário das vendas para montadoras, que subiram 1,5%. No acumulado do ano, o setor registra retração de 2,7% se comparado a 2018. Os números fazem parte do levantamento setorial divulgado pela ANIP (Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos).

 

Assinar este feed RSS