EBITDA ajustado da Arcos Dorados Brasil cresce 12,1%

A divisão Brasil da Arcos Dorados, maior franquia independente do McDonald's do mundo, registrou um crescimento de vendas comparáveis de 6,8% no 1º trimestre de 2019, acima da inflação do período e quase o dobro do crescimento do mercado. Com esse resultado, as receitas também tiveram uma significativa alta, ficando 8,6% maiores em comparação ao mesmo período do ano passado, e o EBITDA ajustado registrou um aumento de 12,1%, considerando moeda constante.

 

Iguá Saneamento registra Ebitda de R$ 63,9 milhões

A Iguá Saneamento registrou Ebitda (Lajida, em português, que significa lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de R$ 63,9 milhões no primeiro trimestre de 2019, um aumento de 10,7% em relação aos R$ 57,7 milhões contabilizados no mesmo período de 2018. A companhia manteve o ritmo de investimento retomado em 2018, atingindo um montante total de R$ 95,3 milhões de janeiro a março, o que representa um crescimento de 183%. Na comparação com o mesmo período do ano passado, a receita operacional líquida cresceu 44,8%, ou R$ 66,7 milhões, saltando de R$ 149 milhões (1ºtri 2018) para R$ 215,8 milhões (1 tri 2019).

 

Ebtida do Grupo Guararapes atinge R$ 188,8 milhões

A Guararapes Confecções S.A. (B3 S.A. - BRASIL, BOLSA, BALCÃO: GUAR3 - ON e GUAR4 - PN), controladora da rede varejista Lojas Riachuelo, apresenta resultado resiliente no primeiro trimestre de 2019. Apesar do início de ano desafiador, que demonstrou tímida melhora em relação a 2018, a companhia registrou alta de 8,4% na receita líquida total consolidada, atingindo R$ 1.622,6 milhões, e um Ebtida de R$ 188,8 milhões, crescimento de 6,5%, em comparação ao mesmo período do ano anterior.

Taurus apresenta lucro bruto de R$ 92 mi no 1T19

Os resultados do primeiro trimestre de 2019 reforçam a convicção da Taurus, uma das maiores fabricantes de armas leves do mundo, de que estão no caminho certo e de que a Companhia está consolidando um novo padrão de desempenho. A empresa alcançou ganhos tanto nos indicadores econômicos, quanto nos financeiros e tem motivos para confiar que não são resultados momentâneos, reflexo de condições pontuais, mas sim um padrão sustentável. O desempenho no trimestre reflete à adoção de processos administrativos e operacionais robustos.

 

Lucro operacional da Henkel alcança € 795 mi

A Henkel anunciou seus resultados para o primeiro trimestre de 2019.

As vendas aumentaram 2,8% para 4.969 milhões de euros, com crescimento orgânico de +0,7%.
O lucro operacional (EBIT)* alcançou 795 milhões de euros (-5,6%).
A margem de EBIT* ficou a 16% (-140 pontos básicos).
O lucro por ação preferencial (EPS)* chegou a 1,34 euro, -6,3% a taxas de câmbio constantes.
Houve forte desenvolvimento do fluxo de caixa livre: 523 milhões de euros, além do investimento no crescimento e aumento da competitividade. 
* Ajustado por taxas/lucros únicos e custos de reestruturação.

Tenda atinge R$ 49,8 milhões em lucro líquido no 1T19

A Construtora Tenda, uma das principais construtoras e incorporadoras do país com foco no segmento de Empreendimentos Residenciais Populares enquadrados nas faixas 1,5 e 2 do programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV), divulgou, na noite desta quinta-feira (09), seus resultados operacionais e financeiros do primeiro trimestre de 2019.

Blau Farmacêutica tem receita líquida de R$ 819 mi

A Blau Farmacêutica, uma das principais empresas farmacêuticas brasileiras do segmento hospitalar (Non Retail), registrada desde janeiro na CVM como Companhia Aberta em Categoria "A", publicou ontem, 9, no site da Comissão de Valores Mobiliários, seus resultados consolidados. No 1o trimestre de 2019 (1T19), a indústria alcançou uma Receita Líquida de R$ 188 milhões, ou seja, 23,9% acima quando comparado com o mesmo período do ano anterior. Em relação aos últimos 12 meses, a Receita Líquida atingiu R$ 819 milhões e o Lucro Líquido R$ 129 milhões, representando um crescimento de 29,1% e 17,8% respectivamente.

Assinar este feed RSS