Vendas do varejo de material de construção ficam estáveis

As vendas no varejo de material de construção tiveram desempenho estável no mês de Maio. Os números da Pesquisa mensal da Anamaco mostram que, no comparativo com Abril, as vendas do setor subiram 1% e, no acumulado do ano, já somam 3,5%. Nos últimos doze meses, o reflexo no setor é de crescimento de 4,5%. 'Maio mostra que a direção que o país segue atualmente é a que alavancará a economia', diz Cláudio Conz, presidente da Anamaco. Para ele é importante assinalar que as medidas do Governo Federal, que evitaram uma nova paralisação dos caminhoneiros no mês, foram acertadas: 'Vimos como a logística é fundamental para o varejo e como a greve nos afetou em 2018. Este caminho do diálogo é positivo'.

Vendas de material de construção crescem 2% em Março

As lojas de material de construção registraram um aumento de 2% em suas vendas em Março em relação a Fevereiro. As informações são do tracking mensal da Anamaco (Associação Nacional de Comerciantes de Material de Construção) que também mostrou que os varejistas estão otimistas com as ações do novo governo: 70% dos entrevistados acreditam que as vendas devem aumentar em Abril

Varejo de material de construção cresce 6,5% em 2018

O varejo de material de construção encerrou o ano de 2018 com crescimento de 6,5% sobre o ano passado – e um faturamento recorde de R$ 122 milhões. O desempenho de vendas no mês de dezembro foi melhor do que o esperado pela Anamaco (Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção), já que férias escolares, chuvas e as festas de fim de ano não combinam com reforma.

Vendas de material de construção caem 14,5% em novembro

Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção – indica que o faturamento deflacionado das vendas dos materiais de construção apresentou retração de 14,5% em relação ao mês de novembro de 2015. O mês também apresenta redução de 8,6% na comparação com o outubro.

Assinar este feed RSS