Menor oferta de concorrentes sustenta preços dos ovos

Os preços dos ovos comerciais seguem estáveis neste início de outubro, refletindo a menor oferta dos concorrentes no mercado. Segundo pesquisadores do Cepea, as altas nos preços do pintainho de corte confirmam a menor influência de outros tipos de ovos no mercado, já que eles são geralmente destinados à produção desses animais.

Clima frio controla oferta e sustenta cotações de ovos

As cotações de ovos estão estáveis há quatro semanas, apesar do período de férias escolares, quando a demanda pelo produto costuma ser menor. Conforme pesquisadores do Cepea, as baixas temperaturas diminuem a produtividade das poedeiras, o que acaba controlando a oferta e sustentando os valores. 

Com demanda reduzida, preços dos ovos caem

As cotações dos ovos caíram nesta semana em todas as regiões acompanhadas pelo Cepea, refletindo a menor demanda, como típico em final de mês. Do lado da oferta, segundo pesquisadores do Cepea, o tempo frio tem reduzido a produtividade das poedeiras, o que tem controlado a disponibilidade de ovos e limitado as quedas nas cotações.

Cotações dos ovos seguem praticamente estáveis

As cotações dos ovos permanecem praticamente estáveis, refletindo o equilíbrio entre a oferta e a demanda. Segundo pesquisadores do Cepea, a produção tem sido afetada pelas temperaturas mais baixas, que reduzem a produtividade nas granjas. Além disso, avicultores comentam que pretendem descartar alguns lotes de poedeiras mais velhas nas próximas semanas.

Demanda firme e oferta equilibrada pressionam cotações dos ovos

O mercado interno de ovos está aquecido neste início de maio, refletindo a demanda crescente dos últimos dias. Segundo colaboradores do Cepea, o período de início de mês, quando acontece o pagamento dos salários, e a proximidade do Dia das Mães (14/5) têm estimulado o consumo de alimentos em geral, incluindo ovos. Do lado da oferta, descartes e temperaturas mais baixas vêm ajudando a equilibrar o volume de ovos disponíveis. Entre 4 e 11 de maio, o ovo tipo extra, branco, colocado na Grande São Paulo, se valorizou 1,2%, com a caixa de 30 dúzias na média de R$ 97,14 nessa quinta-feira, 11.

Oferta elevada mantém preço dos ovos em queda

As cotações dos ovos continuam caindo em todas as regiões pesquisadas pelo Cepea, refletindo a atual oferta elevada. Segundo pesquisadores do Cepea, os consecutivos feriados na segunda quinzena de abril, somados ao período de final de mês (quando a demanda costuma diminuir), resultaram em uma maior disponibilidade de ovos neste início de maio.

Preços dos ovos seguem elevados

As cotações dos ovos encerram abril em queda em todas as regiões pesquisadas pelo Cepea, refletindo o enfraquecimento da demanda, reforçado pelos recentes feriados. Como resultado, a oferta disponível do produto aumentou na maioria das praças acompanhadas. Os atuais patamares de preços, porém, seguem elevados. 

Preços dos ovos superam em até 14% os de um ano atrás

As cotações dos ovos seguem firmes no mercado doméstico, sustentadas pela demanda aquecida, típica de início de mês e reforçada pelo período de Quaresma. Nesta semana (segunda a quinta-feira), o preço médio do tipo extra, vermelho, colocado na Grande São Paulo, foi de R$ 117,44 por caixa de 30 dúzias, 13,8% maior que o de período equivalente do ano passado. Para o tipo extra, branco, também colocado na região paulista, a média dos valores neste período que antecede a Semana Santa, de R$ 99,69/cx, supera em 9,5% a de um ano atrás.

Assinar este feed RSS