Mercado brasileiro de servidores x86 cresceu 12% em receita no 1T17

Estudo realizado pela IDC Brasil, líder em inteligência de mercado, serviços de consultoria e conferências com as indústrias de Tecnologia da Informação e Telecomunicações, revela que o mercado de servidores X86 cresceu 12% em receita nos três primeiros meses de 2017 e chegou à marca de US$ 116 milhões, contra US$ 104 milhões no mesmo período de 2016. Em unidades, houve um crescimento de 15% no primeiro trimestre deste ano, com 25.688 equipamentos comercializados.

Produção de bicicletas tem queda em junho

Segundo dados divulgados pela ABRACICLO, Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares, em junho foram produzidas 40.708 bicicletas por suas associadas no Polo Industrial de Manaus (PIM), volume 32,4%% inferior ao registrado em maio, com 60.195 unidades, e 36,7% menor ao mesmo mês de 2016 (64.338). A redução da produção no mês reflete, em parte, a antecipação de férias coletivas em uma das maiores fabricantes de bicicletas de Manaus.

Preço médio do iPhone cai 8% no Brasil

O Zoom (www.zoom.com.br), site e app comparador de preços e produtos, realizou um levantamento com as ofertas de iPhones, que revela queda de 8% no preço médio desses aparelhos, comparando o primeiro trimestre de 2017 com o último trimestre de 2016. Em outubro, novembro e dezembro do ano passado, a média de preço desses aparelhos era R$ 2.597,00 e, nos primeiros meses de 2017, caiu para R$ 2.397,00.

Mercado de celulares sofre queda de 5,2% em 2016, aponta estudo da IDC

Pelo segundo ano consecutivo, o mercado brasileiro de celulares registrou queda. Segundo o estudo IDC Brazil Mobile Phone Tracker Q4, realizado pela IDC Brasil - líder em inteligência de mercado, serviços de consultoria e conferências com as indústrias de Tecnologia da Informação e Telecomunicações, durante todo o ano de 2016, foram comercializados 48,4 milhões de aparelhos, o que representa 5,2% a menos do que em 2015, quando foram vendidos 51,1 milhões de dispositivos.

Resultado de vendas de PCs em 2016 é o pior dos últimos treze anos

Depois de um 2015 fraco em vendas, com 6,6 milhões de equipamentos comercializados, o mercado brasileiro de PCs voltou a cair e fechou 2016 com 4,5 milhões de máquinas vendidas, o que representa uma queda de 31,7% em relação ao ano anterior. Os dados fazem parte do estudo IDC Brazil PCs Tracker Q4, realizado pela IDC Brasil, líder em inteligência de mercado , serviços de consultoria e conferências com as indústrias de Tecnologia da Informação e Telecomunicações. Do total de máquinas comercializadas, 2,8 milhões foram notebooks (queda de 30% na comparação com 2015) e 1,7 milhão foram desktops (queda de 35% na comparação com 2015). Ainda de acordo com o estudo, 3 milhões de computadores foram vendidos para o mercado doméstico e 1,5 milhão para o segmento corporativo.

IDC Brasil revela que o mercado de tablets caiu 32% em 2016

Pelo segundo ano consecutivo, o mercado brasileiro de tablets teve queda. Em 2016, foram vendidos aproximadamente 4 milhões de unidades, ou seja 32% a menos do que em 2015, quando foram comercializados cerca de 5,8 milhões de dispositivos. Os dados fazem parte do estudo IDC Brazil Tablets Tracker Q4, realizado pela IDC Brasil, líder em inteligência de mercado, serviços de consultoria e conferências com as indústrias de Tecnologia da Informação e Telecomunicações. Do total de tablets vendidos no ano passado, apenas 26,5 mil foram notebooks com telas destacáveis.

Mercado brasileiro de celulares voltou a crescer, indica IDC

A venda de celulares voltou a crescer no Brasil. Entre os meses de abril e junho de 2016, foram comercializados 12.044 milhões de aparelhos, sendo 10.779 smartphones e 1.265 feature phones (aparelhos convencionais, sem sistema operacional). O crescimento do mercado total foi de 23,1% frente ao primeiro trimestre de 2016. Comparando apenas os smartphones, o aumento foi de 16,6%. Já a venda de feature phones foi 38,4% superior a apresentada nos meses de janeiro, fevereiro e março de 2016.

Assinar este feed RSS