Reajustes de preços do gás de cozinha passam a ser trimestrais

Conforme anunciado em dezembro, a Petrobras realizou a revisão de sua política de preços do GLP de uso residencial, comercializado em botijões de até 13 kg, e definiu novos critérios para aplicação dos reajustes, além de uma regra de transição para 2018, que reduzirá o preço do GLP vendido nas refinarias em 5% a partir de amanhã (19/01).

Petrobras não prevê reajuste de combustíveis, após lucro de R$ 370 milhões

A Petrobras não tem previsão de fazer um reajuste de preços dos combustíveis, no momento. Mas, o diretor de Refino e Gás Natural, Jorge Celestino, disse nesta quinta-feira (11) que a companhia tem mantido a prática de avaliar a garantia de que pratica preços competitivos, de participação no mercado e, na medida em que for necessário mexer nos valores, a decisão será tomada.

Senado aprova reajustes para o funcionalismo público

Oito projetos de lei que concedem reajustes salariais para mais de 40 carreiras de servidores públicos civis e militares da União foram aprovados pelo Senado nesta terça-feira (12). Somente no Executivo, cerca de 1,1 milhão de servidores serão alcançados pelo aumento negociado em 2015 com o governo federal. Os projetos vão agora à sanção presidencial.

Preços dos medicamentos são reajustados em 12,5%

Embora o governo tenha determinado um percentual de 12,5%, portanto acima da inflação, para o reajuste no valor dos medicamentos, o acumulado dos últimos 10 anos continua abaixo do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) em quase 18 pontos percentuais. Entre 2007 e 2016, a inflação aferida pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) aponta crescimento de 79,3%, enquanto os reajustes da CMED (Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos) chegaram a 61,2%.

Concessionárias reajustaram até 168% preço da energia no horário fora de ponta

Os constantes acionamentos das usinas termelétricas para garantir a segurança do fornecimento de energia elétrica vêm apresentando reflexos no custo da tarifa de energia elétrica e um dos principais setores impactados tem sido o da alta tensão, tipicamente clientes industriais e comerciais de grande porte. Os aumentos chegam a 168%, segundo estudo realizado pelo Instituto Brasileiro de Economia e Finanças (IBECON), coordenado pelo especialista no setor elétrico brasileiro Jenner Ferreira.

Aneel aprova reajustes de mais de 20% para distribuidoras de São Paulo

Os consumidores residenciais atendidos pela distribuidora Bandeirante Energia terão um reajuste de 20,62 % na conta de luz a partir da próxima quinta-feira (23). Para as indústrias, o aumento será 23,78%. A Bandeirante atende a 1,7 milhão de unidades consumidoras em 28 municípios de São Paulo concentrados nas regiões Alto Tietê e Vale do Paraíba.

Assinar este feed RSS