Sindicato começa mobilização contra demissões na Mercedes Benz

O Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, na região metropolitana de São Paulo, informou que vai começar processo de mobilização contra cerca de 500 demissões de trabalhadores da Mercedes Benz a partir da próxima quinta-feira (8). Segundo sindicato, esses trabalhadores foram demitidos nos últimos dias por telegrama. A decisão foi tomada na tarde de hoje (6), após assembleia realizada na sede da entidade.

ABEAR retoma negociações com Sindicato dos Aeronautas

A Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR) e o Sindicato dos Aeronautas (SNA) deram início hoje, 11/03, aos trabalhos da comissão paritária que deverá, entre outros temas, revisar e atualizar aspectos referentes às jornadas de trabalho dos aeronautas. O debate do tema por meio da comissão, em um prazo de até 90 dias para a conclusão, foi um compromisso assumido pelas companhias aéreas e trabalhadores do setor durante audiência de conciliação no Tribunal Superior do Trabalho (TST), em Brasília (DF), no dia 23/01. A audiência promoveu o acordo para a quase totalidade das cláusulas relativas à Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) 2014/2015 da categoria, que tem data-base em dezembro, ficando alguns temas designados para negociação específica.

 

Líderes criticam norma que cria novas entidades sindicais

Representantes sindicais de 22 estados brasileiros ligados à categoria de alimentação participaram hoje, 5, de ato em frente ao Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), em Brasília. Liderado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Afins (CNTA Afins), o movimento solicitou ao governo a revogação da portaria 186 do MTE, de 2008, considerada como inconstitucional pelo movimento. De acordo com os sindicalistas, a portaria enfraquece a autonomia sindical.

 

Sindicato rejeita proposta da Air France e mantém greve

O sindicato francês de pilotos rejeitou hoje (22) a proposta da Air France, empresa do grupo franco-holandês Air France – KLM, e manteve a decisão de estender por mais uma semana a greve iniciada no dia 15 de setembro. O custo da paralisação, segundo estimativas da companhia, é R$ 61 milhões por dia.

Lula mobiliza sindicatos em defesa da Petrobras e de Dilma

Vestindo o uniforme laranja da Petrobras, o ex-presidente Lula foi acompanhado de milhares de sindicalistas nesta segunda-feira em um abraço simbólico no prédio da companhia de petróleo, mobilizando bases para defender a estatal e a reeleição de Dilma Rousseff.

Correios informam que 9% dos trabalhadores estão parados

O Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios Telégrafos e Similares de São Paulo informou hoje (25)  que 45% a 50% dos funcionários aderiram à paralisação da categoria por um período de 24 horas. A greve começou às 22h de ontem (24) e vai até a meia-noite de hoje (25).

Assinar este feed RSS