TIM registra receita líquida de R$ 4,263 mi no 2T19

  •  
TIM registra receita líquida de R$ 4,263 mi no 2T19 Foto: Divulgação

A TIM Participações S.A. (B3: TIMP3; NYSE: TSU) anunciou os resultados do segundo trimestre de 2019.

Segundo a empresa, há evolução contínua da Base Pós-Paga e de Ultra Banda Larga. A base de clientes pós-pago atingiu 38,8% do total, crescimento de 11,8% A/A. Já a base de clientes de UBL da TIM Live avançou 19,7% A/A, totalizando 507 mil conexões.

A ARPU móvel manteve sólido avanço de 5,8% A/A, atingindo R$ 23,2. A ARPU da TIM Live teve forte crescimento de 7,8%, atingindo R$ 78,0.

A empresa acelerou a expansão do FTTH com 1,6 milhão de domicílios cobertos com fibra em 17 cidades em junho.

A Receita Líquida totalizou R$ 4.263 milhões no 2T19, crescimento de 2,4% comparado com o segundo trimestre de 2018. Por mais um trimestre, houve contribuição positiva de todos os segmentos: Serviço Móvel, Serviço Fixo e Produtos.

A Receita Líquida de Serviços cresceu também 2,4% A/A no 2T19, com altas no Móvel de 1,9% e no Fixo de 11,3%, registrando leve aceleração frente ao 1T19, a despeito do contexto macroeconômico ainda desafiador e da competição intensa.

Receita da TIM Live avançou 30,6% A/A, mantendo o ritmo acelerado de crescimento.

Os Custos e Despesas Normalizados praticamente estáveis (+0,2% A/A), evidenciando a abordagem eficiente contínua no controle de custos.

O EBITDA Normalizado manteve sólida evolução 6,2% A/A, enquanto a margem EBITDA Normalizada* atingiu 37,9%, mantendo o ritmo de expansão A/A (+1,4 p.p.).

Contabilização de crédito fiscal de R$ 2,9 bi (principal + juros) advindo da decisão judicial favorável à exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS/COFINS.

Já o Lucro Líquido Normalizado avançou 26% A/A, somando R$ 423 milhões.

Remuneração ao acionista: anúncio da primeira tranche de R$ 369 milhões em JCP de um montante total estimado em ~R$ 1 bilhão para 2019.

(Redação - Investimentos e Notícias)