Vendas do varejo têm alta pelo terceiro mês consecutivo

Vendas do varejo têm alta pelo terceiro mês consecutivo (Foto: Divulgação) Vendas do varejo têm alta pelo terceiro mês consecutivo

Julho foi o terceiro mês consecutivo de resultados positivos nas vendas totais – excluídos os setores de automóveis, materiais de construção e restaurantes – de acordo com o SpendingPulse, indicador de varejo da Mastercard. Durante o período, as vendas totais tiveram alta de 3,1% em relação ao mesmo mês do ano anterior. A média de crescimento dos últimos três meses foi de 2,2%, acima do segundo trimestre do ano, que expandiu 1,1%.

Setores como vestuário, supermercados e móveis cresceram acima das vendas totais; enquanto artigos de uso pessoal e doméstico, combustíveis e artigos farmacêuticos tiveram desempenho abaixo.

O e-commerce, por sua vez, tem alcançado crescimento estável, sem quedas, com a expansão de 19,7% das vendas comparadas a julho de 2017. Os setores de vestuário e eletrônicos tiveram desempenho superior à média, enquanto hobby & livraria, móveis e artigos farmacêuticos ficaram abaixo do crescimento do canal.

Desempenho nas regiões brasileiras em junho de 2017: Pela primeira vez em dois anos, todas as regiões tiveram desempenho positivo. O Sul (4%), Sudeste (3,3,%) e Nordeste (3,2%) cresceram acima da média, enquanto o Norte (2,7%) e Centro-Oeste (0,2%) ficaram abaixo do registrado pelo varejo em comparação a julho de 2016.

“Em julho, foi observado um recuo na taxa de desemprego com uma ligeira melhora no crescimento da massa salarial Mas a confiança do consumidor tem se deteriorado em relação ao mês anterior, principalmente por conta das incertezas do ambiente econômico atual”, avalia César Fukushima, Economista-Chefe da Mastercard Advisors no Brasil. “Mesmo assim, a perspectiva é a de se manter uma melhora gradativa no comércio varejista nos próximos meses”, completa.

(Redação – Agência IN)