Oferta restrita e demanda firme elevam preço do suíno vivo

  •  
Oferta restrita e demanda firme elevam preço do suíno vivo Foto: Divulgação Oferta restrita e demanda firme elevam preço do suíno vivo

As cotações do suíno vivo estão em forte alta, conforme levantamentos do Cepea. Na região SP-5 (Bragança Paulista, Campinas, Piracicaba, São Paulo e Sorocaba), o animal foi cotado a R$ 3,94/kg na quinta-feira, 17, expressivo aumento de 7,8% na parcial do mês (até 17 de julho).

O impulso vem da combinação de oferta restrita com demanda consistente, tanto interna como externa. Com as altas no preço pago ao produtor, o atacado e o varejo também se posicionam com preços maiores para a carne suína.

Ontem, a carcaça comum suína foi comercializada a R$ 5,55/kg no mercado atacadista da Grande São Paulo, alta de 3,6% no acumulado de julho. Quanto à carcaça especial suína, a valorização foi 6% no mesmo período e na mesma região, fechando a R$ 5,93/kg nessa quinta. (Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br )

(Redação - Agência IN)