IPC-S desce em 4 das 7 capitais pesquisadas

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) de 22 de maio registrou decréscimo em 4 das 7 capitais pesquisadas, segundo informações divulgadas hoje pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). A deflação recuou em Brasília, de -1,08% para -0,90%, Recife, de -0,31% para -0,20% e São Paulo, de -0,72% para -0,70%.

Prévia das Sondagens sinaliza acomodação nos índices de confiança

A prévia extraordinária das Sondagens da Fundação Getulio Vargas (FGV IBRE), com dados coletados até o dia 13 deste mês, sinaliza uma acomodação nos índices de confiança em maio de 2020, após forte retração no mês anterior. Em relação ao número final de abril, o Índice de Confiança Empresarial (ICE) subiria 7,7 pontos, para 63,5 pontos. Já o Índice de Confiança do Consumidor (ICC) subiria 6,5 pontos, para 64,7 pontos.

Prévia da Sondagem da Indústria sinaliza recuo em abril

A prévia da Sondagem da Indústria de abril de 2020 indica recuo de 39,5 pontos do Índice de Confiança da Indústria (ICI) em relação ao número final de março, para 58,0 pontos. Caso esse resultado se confirme, essa será a maior queda mensal, com o índice alcançando o menor valor da série histórica.

Expectativa de Inflação dos Consumidores cresce em abril

A expectativa de inflação dos consumidores brasileiros para os próximos 12 meses subiu 0,3 ponto percentual em abril, para 5,1%, o maior valor desde julho de 2019 (5,3%). Em relação ao mesmo mês do ano anterior, houve redução de 0,2 ponto percentual.

Prévia das Sondagens sinaliza fortes quedas em abril, diz FGV

A prévia extraordinária das Sondagens da Fundação Getulio Vargas (FGV IBRE), com dados coletados até o dia 13 deste mês, sinaliza fortes quedas nos índices de confiança em abril de 2020. Em relação ao número final de março, o Índice de Confiança Empresarial (ICE) recuaria 27,6 pontos, para 53,7 pontos. Já o Índice de Confiança do Consumidor (ICC) cairia 22,1 pontos, para 58,1 pontos. Em ambos os casos, os resultados preliminares representariam os menores níveis da série histórica.

IPC-3i avança no quarto trimestre de 2019, diz FGV

O Índice de Preços ao Consumidor da Terceira Idade (IPC-3i), que mede a variação da cesta de consumo de famílias majoritariamente compostas por indivíduos com mais de 60 anos de idade, registrou no quarto trimestre de 2019, variação de 1,19%, divulgou hoje a Fundação Getulio Vargas (FGV). Em 12 meses, o IPC-3i acumula alta de 4,18%. Com este resultado, a variação do indicador ficou acima da taxa acumulada pelo IPC-BR, que foi de 4,11%, no mesmo período.

  • Publicado em Economia
Assinar este feed RSS