Setor de energia fotovoltaico segue movimentado

A energia fotovoltaica continua avançando no país e o número de conexões instaladas continua crescendo de acordo com os dados que vem sendo divulgados pela Aneel. Em junho do ano passado, o país registrava quatro mil conexões e atualmente este número está próximo de 15 mil instalações, representando um aumento de 300%. Para Aneel, se a taxa de crescimento continuar com a mesma velocidade, a expectativa é que até 2024 o Brasil alcance 4,5 GW (Giga Watt) da capacidade de energia instalada. O setor segue acirrado devido às diversas movimentações que estão ocorrendo, especificamente os leilões de energia.

Schneider Electric lança programa de estágio

A Schneider Electric, especialista global em gestão de energia e automação, lança seu programa de estágio. São 40 oportunidades distribuídas entre as áreas administrativa, financeira, recursos humanos, ciências humanas, engenharia, marketing, relações públicas e jornalismo. Os interessados devem se inscrever no site entre 6 junho e 6 de julho. O programa prevê início de estágio em agosto.

Má gestão do setor faz consumidor pagar maior custo de energia até 2020

Atualmente em pauta, o governo federal, por intermédio do CMSE - Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico -, discute uma possível modificação no acionamento das termelétricas, que pode resultar em custos de energia mais amenos aos consumidores. A medida, no entanto, é uma alternativa que visa reparar uma série de erros na gestão do setor energético desde setembro de 2012, período pré-eleitoral no Brasil, com a edição da Medida Provisória 579.

Fusões e aquisições em energia registram queda de 30% no primeiro semestre

Em comparação com primeiro semestre de 2014, o número de transações realizadas pelo setor de energia, no mesmo período desse ano, apresentou queda de aproximadamente 30%. De acordo com uma pesquisa realizada pela KPMG, trimestralmente, com 43 áreas da economia brasileira, até agora o segmento concretizou 19 operações contra 27 fechadas nos seis meses iniciais de 2014.

Assinar este feed RSS