43% das vítimas de cibercrime no Brasil são da Geração Y

  •  
43% das vítimas de cibercrime no Brasil são da Geração Y Foto: Divulgação 43% das vítimas de cibercrime no Brasil são da Geração Y

A famosa Geração Y, ou Millennials, é representada por jovens que cresceram com a internet e agora estão assumindo posições no mercado. De acordo com estimativa feita em 2014 pela Catho, 70% da força de trabalho no mundo será composta pelos Millennials em 2025. Essa geração, por se sentir confiante no ambiente online, acredita estar segura ao navegar na internet. Entretanto, de acordo com o novo estudo da Norton[1], os Millennials representaram 43% das vítimas de crimes online em 2014, 4% a mais do que a Geração X.

Isso se deve ao fato de que jovens tendem a se expor mais ao crime online, pois possuem mais dispositivos e perfis sociais, e acreditarem que são imunes a qualquer tipo de ameaça digital – somente 16% acredita ser vítima em potencial. Outros dados sobre pessoas da Geração Y do Brasil, abordados no estudo, dizem que:

57% já teve ou conhece alguém que teve o e-mail acessado sem permissão.

98% se sente confiante em atualizar configurações de privacidade no celular.

Somente 47% concorda que usar Wi-Fi público é mais perigoso do que usar banheiros públicos.

Possui cerca de 6 dispositivos, 2 a mais do que a média da Geração Baby Boomers.

Acredita que a probabilidade de contrair um vírus de computador é a mesma do que contrair o vírus da gripe em transportes públicos.

(Redação - Agência IN)