Brasil cai três posições em ranking de liberdade de imprensa

Levantamento divulgado hoje (18) pela organização internacional Repórteres sem Fronteiras (RSF) mostra que o Brasil ocupa a 105ª posição, em uma lista de 180 países, no Ranking Mundial da Liberdade de Imprensa. Na edição anterior, divulgada no ano passado, o país estava em 102º lugar.

BB lidera ranking de reclamações no 4º trimestre de 2018

O Banco Central divulgou nesta terças-feira, 15, o ranking de reclamações do quarto trimestre das instituições bancárias. Segundo o BC, dentre os bancos e financeiras com mais de quatro milhões de clientes o Banco do Brasil foi o campeão de reclamações, seguido dos bancos Santander e Bradesco.

Ranking indica que grandes redes de fast-food ignoram o bem-estar de frangos

Relatório global da Proteção Animal Mundial (World Animal Protection) aponta uma negligência quase universal das grandes redes de fast-food para o bem-estar de frangos consumidos em seus restaurantes. Tendo como base informações públicas das empresas, o ranking “Botando ordem no galinheiro 2018” avaliou as redes Burger King, Domino's, KFC, McDonalds, Nando's, Pizza Hut, Starbucks e Subway. O resultado é alarmante: nenhuma das empresas está levando a questão a sério, nem mesmo colocando o assunto em seus planos anuais.

Brasil ocupa 13º lugar no ranking mundial da inovação em medicamentos

Embora o Brasil esteja caminhando para a quarta posição no ranking mundial do mercado de medicamentos, ele ainda ocupa a 13ª colocação entre os países que mais realizam pesquisas clínicas. São apenas 4.800 estudos em andamento, o que representa 2,3% do total, segundo dados do Instituto Clinical Trials. “Estamos perdendo a disputa pela inovação e assim corremos o risco de continuarmos dependentes das inovações de outros países”, argumenta Antônio Britto, presidente-executivo da INTERFARMA (Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa).

  • Publicado em Saúde

BC recebe mais de 2,7 mil reclamações contra instituições financeiras

Clientes bancários registraram 2.792 reclamações no Banco Central (BC) contra as instituições financeiras em junho. Segundo informações divulgadas hoje (15) pelo BC, a principal reclamação, com 349 casos, envolve a oferta ou prestação de informação a respeito de produtos e serviços de forma inadequada.

Assinar este feed RSS