Trumpf investe € 30 milhões na fábrica de Schramberg

  •  
Trumpf investe € 30 milhões na fábrica de Schramberg Foto: Divulgação Trumpf investe € 30 milhões na fábrica de Schramberg

A fabricante de máquinas-ferramentas e tecnologia a laser TRUMPF está investindo cerca de € 30 milhões em um novo centro de desenvolvimento e produção de fontes de laser de estado sólido. A sua nova unidade de produção em Schramberg - Alemanha, projetada pelo escritório de arquitetura Barkow Leibinger, contará adicionalmente com 12 mil metros quadrados, dobrando a área de produção. A expansão fornecerá espaço suficiente para todos os departamentos de produção, tais como salas limpas, montagem e escritórios, melhorando o fluxo de material e prazos de entrega. A nova unidade fabril em Schramberg deve iniciar a produção até o final de 2017. A empresa também planeja expandir o Centro de Desenvolvimento em Schramberg, inaugurado em 2013, criando um novo andar com cerca de 1800 metros quadrados.

"A tendência para o uso de fontes de laser de estado sólido na produção industrial não mostra sinal de enfraquecimento", diz Peter Leibinger, vice-presidente da TRUMPF GmbH + Co. KG e presidente da divisão de Tecnologia a Laser. "Schramberg é o berço da indústria de laser na Alemanha e pioneiro em lasers de estado sólido em todo o mundo. Com nossos investimentos criaremos as condições necessárias para o desenvolvimento bem sucedido da tecnologia laser", diz Leibinger, ressaltando a estratégia da empresa e a importância da planta de Schramberg: "Dada à forma como a indústria de laser tem se desenvolvido economicamente, estamos confiantes de que criaremos novos postos de trabalho em Schramberg nos próximos anos".

Amplamente estabelecido

No atual ano fiscal 2015/16, a TRUMPF forneceu, em média, cerca de 60% das suas máquinas-ferramenta de corte para aplicações com lasers de estado sólido. Para o próximo ano, a expectativa é que esse número alcance 70%. A demanda por lasers de estado sólido está crescendo continuamente em diversas áreas do processamento de material. "Muitas aplicações industriais sequer são possíveis sem o laser de estado sólido", diz Leibinger.

"O microprocessamento, em particular, é um campo em que os lasers estão realmente alcançando possibilidades novas e fascinantes. Mas lasers de estado sólido também se estabeleceram em fontes confiáveis ​​em aplicações de alta potência, como fabricação de automóveis e construção naval".

Ao contrário dos lasers de CO2, a luz emitida a partir de um laser de estado sólido apresenta um comprimento de onda menor, medindo 1 micrômetro. Isto permite que a luz seja guiada por um cabo flexível de fibra óptica. A vantagem é que a luz do laser alcança a peça de trabalho diretamente e facilmente, tornando o laser de estado sólido muito mais simples de ser integrado em linhas de produção. Em contraste, no laser de CO² com comprimento de onda 10 vezes maior , o feixe de luz é conduzido através da reflexão de espelhos até a sua área de atuação. Outra vantagem dos lasers de estado sólido está em sua eficiência na economia de energia elétrica, tornando-se uma opção mais econômica para os fabricantes.

(Redação - Agência IN)