Uber revela primeira cidade fora dos EUA a receber teste de aeronave autônoma

  •  
Uber revela primeira cidade fora dos EUA a receber teste de aeronave autônoma (Foto:Divulgação) Uber revela primeira cidade fora dos EUA a receber teste de aeronave autônoma

Melbourne, na Austrália, será a primeira cidade fora dos EUA a receber um piloto do Uber Air. Com isso, ela se junta à Dallas e Los Angeles na expectativa dos primeiros voos-teste, previstos para 2020. O plano é começar operações comerciais a partir de 2023.

Levando a tecnologia da Uber para o céu, o Uber Air visa aliviar o congestionamento dos transportes no solo e inaugurar a mobilidade aérea urbana. A visão de longo prazo prevê veículos elétricos seguros e silenciosos, transportando dezenas de milhares de pessoas pelas cidades, pelo mesmo preço de uma viagem Uber X na mesma distância.

Susan Anderson, gerente-geral regional para a Uber na Austrália, Nova Zelândia e Norte da Ásia, disse: "Os governos australianos adotaram uma abordagem moderna para o compartilhamento de viagens e a tecnologia de transporte do futuro. Isso, juntamente com os fatores demográficos e geoespaciais únicas de Melbourne e a cultura de inovação e tecnologia, fazem dela a perfeita terceira cidade de lançamento da Uber Air."

Eric Allison, diretor global do Uber Elevate, disse: "À medida que as grandes cidades crescem, a dependência pela posse de carros particulares fica menos sustentável. A Uber Air possui um enorme potencial para ajudar a reduzir o congestionamento viário. Por exemplo, a jornada de 19 km do CBD para o aeroporto de Melbourne pode levar de 25 minutos a 1 hora de carro, em horário de pico, mas, com o Uber Air, levará cerca de 10 minutos".

"A tecnologia da Uber está mudando a forma como as pessoas se movimentam em suas cidades -de bicicletas a viagens compartilhadas por diferentes passageiros. Estamos. E sempre procurando maneiras de reduzir a necessidade de ter carros particulares. Nos próximos anos, com o Uber Air, queremos que as pessoas apertem um botão e façam um vôo".

O Uber Air possui um enorme potencial para ajudar a reduzir o congestionamento nas vias e melhorar a habitabilidade das cidades australianas --começando por Melbourne. Hoje, 3 em cada 4 moradores de Melbourne contam apenas com o seu carro para chegar ao trabalho, causando atrasos significativos nas principais rotas.

O congestionamento é uma preocupação crescente para as cidades ao redor do mundo, e a Austrália não está imune - atualmente, custa ao país US$ 16,5 bilhões por ano e será cerca de US$ 30 bilhões até 2030.

(Redação – Investimentos e Notícias)