Captação líquida da poupança fica negativa no dia 17 de novembro de 2020

  •  
Captação líquida da poupança fica negativa no dia 17 de novembro de 2020 Foto: Divulgação Captação líquida da poupança fica negativa no dia 17 de novembro de 2020

De acordo com os dados do Banco Central (BC), no dia 17 de novembro de 2020 as retiradas na poupança superaram os depósitos. As retiradas somaram R$ 10,813 bilhões e os depósitos R$ 9,446 bilhões. A captação líquida ficou negativa em R$ 1,367 bilhão.

Em novembro, até o momento, os depósitos totalizam R$ 166,212 bilhões, as retiradas em R$ 161,846 bilhões e a captação líquida positiva em R$ 4,366 bilhões. Os rendimentos creditados somam R$ 1,133 bilhão.

A diferença entre depósitos e retiradas das cadernetas de poupança teve o oitavo mês seguido de saldo positivo, em outubro. Os depósitos foram menores R$ 14,438 bilhões em relação a setembro, totalizando R$ 279,576 bilhões. Mas como as retiradas foram menores, ficando em R$ 272,559 bilhões, a captação líquida foi positiva em R$ 7,017 bilhões. No ano, a captação líquida somou R$ 144,227 bilhões e foram creditados rendimentos de R$ 20,596 bilhões nas cadernetas de poupança.

(Redação - Investimentos e Notícias)